Representantes do Sindhesul, Câmara de Dirigentes Lojistas, empresários do ramo turístico, do Convention Bureau e vereadores se reunirão no dia 30, pela manhã, na Câmara Municipal de Porto Seguro para conversar sobre os 65 Destinos Indutores.

Trata-se do projeto do Ministério do Turismo que elege os 65 Destinos Indutores, como modelo turístico no Brasil e, o município de Porto Seguro está inserido na lista, participando de um sério estudo de competitividade desenvolvido pela Fundação Getúlio Vargas há quatro anos.

Em outubro será realizada a última etapa da pesquisa, a partir da aplicação de questionários e entrevistas na comunidade, que pretende detectar as principais necessidades e prioridades do destino. Essas demandas a serem levantadas, deverão ser sanadas a partir de emendas parlamentares, ações do executivo, projetos e mobilização social.



O Superintendente do Sindhesul e Relações Públicas do grupo, Paulo César Magalhães, disse que é “importante explanar ao secretariado e vereadores sobre a função do grupo, o trabalho que vem sendo realizado e a importância do envolvimento de todas as esferas sociais nesse projeto, que permite o acesso a 180 fontes de recursos federais”.

A pesquisa aborda dimensões como os atrativos do município, cooperação, política pública, infraestrura geral, serviços e monitoramento, capacidade empresarial, aspectos ambientais e culturais.

Uma próxima reunião já está marcada para uma nova abordagem sobre esse estudo de competitividade que estará em fase de conclusão.



Verônica Menezes (MTB 07787)
João Cordeiro – Fotos
Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Porto Seguro
Sec. de Governo e Comunicação


0 comentários :

Postar um comentário

 
Top