Numa ação conjunta com a Capitania dos Portos de Porto Seguro e com apoio da Colônia de Pescadores Z22, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente removeu duas embarcações que estavam abandonadas, no atracadouro próximo à Tarifa dos Pescadores, na última terça-feira, 30 de agosto.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, o objetivo do órgão é retirar barcos, sem utilização, do rio Buranhém, uma vez que servem de obstáculos à navegação e como abrigo para desocupados, além de representar poluição visual na área urbana do município. “A operação está sendo planejada há vários meses. Os proprietários foram notificados acerca do prazo para a regularização das embarcações, que deve ser feita junto à Capitania dos Portos”, disse, ressaltando que, prevenidos, alguns pescadores já haviam atendido à determinação do poder público. “Somente barcos sem possibilidade de aproveitamento para navegação serão removidos. Não haverá multas, apenas apreensões. Todavia é importante destacar que a incumbência de fazer esse tipo de fiscalização é da Marinha. A nossa preocupação é com possíveis danos ambientais e também com a utilização indevida de tais espaços”, explicou.

“Os barcos apreendidos serão colocados em local onde não mais oferecerão risco à população nem ao meio ambiente”, frisou.

Pedro Ivo Rodrigues

Fotos: João Cordeiro

Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Porto Seguro

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top