A Copa do Mundo de 2014 e a preparação de Porto Seguro para receber uma ou mais seleções durante o maior evento esportivo do planeta estiveram na pauta das discussões do III Fórum Regional Copa Bahia 2014, que aconteceu no dia 02 de setembro, no Arraial d´Ajuda Eco Resort. A realização do evento foi resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Porto Seguro, Governo da Bahia, através da Secopa (Secretaria Especial para Assuntos da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014), Porto Seguro Convention Bureau, ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis) e Sindhesul (Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes do Extremo Sul).

Durante o Fórum, que começou no início da tarde e se estendeu até a noite, foram realizadas diversas palestras com lideranças do segmento turístico e esportivo. A parte da manhã foi dedicada a visitas técnicas a potenciais candidatos a CTS (Centro de Treinamento de Seleções). Entre as presenças registradas no evento estavam o prefeito de Porto Seguro, Gilberto Abade; o secretário da Secopa, Ney Campello; o diretor de Produtos e Serviços Turísticos da Embratur, Marco Antonio de Brito Lomanto; o presidente da Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil, Antonio Coradinho; o vice-presidente do Convetion Bureau, Daniel Menta; o superintendente do Sindhesul, Paulo César Magalhães; o cônsul honorário de Portugal em Porto Seguro, Moacir Andrade, o secretário de turismo, esporte e cultura do Prado, Carlo Casarsa, consultor de relações com comunidades e sócio ambiental da Veracel, Pedro Luis Valli Cardosos, além de vereadores, secretários municipais, empresários locais e das cidades vizinhas e lideranças.

Candidatura forte

Na opinião do secretário Ney Campello, Porto Seguro tem grandes chances e reúne todas as condições de receber uma seleção durante os jogos da Copa do Mundo. “Porto Seguro é um lugar maravilhoso, onde o país nasceu. Tem uma rede hoteleira estruturada, maior que a da capital e um aeroporto próximo às principais capitais do Sudeste. Portanto, tem todas as chances de receber uma seleção". O Secretário Ney Campello informou que está discutindo junto com o prefeito Abade uma forma de encaminhar um projeto apresentando Porto Seguro para a seleção de Portugal. “É um esforço conjunto da Prefeitura e do Governo do Estado para atrair o interesse da federação portuguesa”, salientou.

O secretário alertou para a necessidade de requalificação da mão-de-obra local, em função do alto nível de expectativa do turista estrangeiro. “O perfil predominante desse visitante é jovem, do sexo masculino, solteiro e com renda média superior a R$ 12 mil”, enfatizou. Na opinião do secretário, a Copa do Mundo é uma oportunidade única de extrair benefícios para Porto Seguro, a Bahia e o Brasil. “Nós temos que utilizar esse momento como pretexto para tirar das gavetas problemas que já deveriam ter sido resolvidos há muito tempo”, afirmou, acrescentando que “mais que ganhar a Copa, nós queremos ganhar com a Copa

Essa é a nossa praia

O prefeito Abade lembrou que desde a sua posse ele e sua equipe não têm medido esforços para trabalhar no sentido de trazer a Copa do Mundo para Porto Seguro. “Posso assegurar a vocês que Porto Seguro está preparado para receber uma ou mais seleções durante a Copa do Mundo. Somos o terceiro parque hoteleiro do país e o maior pólo de turismo de lazer do Brasil. Vamos fazer todas as adequações necessárias e temos certeza que iremos receber com excelência os atletas e todos os turistas que vierem para cá. Essa é a nossa praia, somos hospitaleiros e vamos surpreender nossos visitantes”, assegurou Abade.

O prefeito anunciou a criação de um comitê, formado por representantes da Prefeitura, empresários e lideranças locais, voltado exclusivamente para tratar de assuntos ligados à Copa do Mundo. Ele já iniciou também os contatos para a produção de book com fotos, depoimentos de personalidades e informações sobre Porto Seguro, que será apresentado durante uma viagem a Portugal. “É um sonho para nós que Porto Seguro seja escolhida como um Centro de Treinamento. E eu comecei a sonhar com isso desde que o Brasil foi escolhido para receber a Copa de 2014. Nós estamos preparados e com tempo para ajustar aquilo que não está pronto. Além do legado material, teremos o legado humano, e uma cidade muito melhor de se viver e se visitar”, destacou Abade.

Além de CTS (Centro de Treinamento de Seleções), Porto Seguro é candidata a local para aclimatação, onde os atletas se hospedam para se acostumar ao clima do país; sede de uma Fam Fest, um centro festivo que, depois dos estádios, seria o segundo melhor para se assistir aos jogos; centro de formação de voluntariado e local para visitação turística das delegações e dos visitantes estrangeiros que estiverem no Brasil para os jogos.

As palestras realizadas durante o Fórum trataram dos seguintes temas: “Projeto Bahia para a Copa do Mundo 2014”, com Ney Campello; “Segurança para a Copa do Mundo 2014”, com o capitão Marcelo Franco, da Polícia Militar da Bahia; “Marketing e Promoção Internacional, com Marco Antonio Lomanto; “A Projeção do Destino Bahia e a Hospitalidade”, com Weslen Moreira, diretor de Serviços Turísticos da Bahiatursa; e “Missão Técnica na África do Sul 2010 e Interiorização da Copa na Bahia”, com Marcos Costa, coordenador de Relações Internacionais e Esportivas da Secopa.

A organização do evento agradece os seguintes apoios: Arraial d´Ajuda Eco Resort, Rio Buranhém Navegação, Sign Sul Digital, Ricardo Som, Congrega Bahia Eventos, Daniel Sonorização, Norsa distribuidora, Top Level, Ar Turismo, ABIH, Sindhesul, Inova Propaganda, Senac, Sebrae e Hotel Quinta do Porto.

Outros dois fóruns já foram realizados na Bahia, em Vitória da Conquista e Morro de São Paulo. O próximo fórum será realizado no dia 23 de setembro, em Ilhéus.


Hilda Rodrigues
Fotos: Rodrigo Hadja / João Cordeiro
Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Porto Seguro
Secretaria de Governo e Comunicação

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top