Na última quinta-feira, dia 1º, a Secretaria de Meio Ambiente de Porto Seguro apresentou algumas aves silvestres que estavam sendo mantidas em cativeiro ilegalmente e que foram apreendidas pela CIPPA, companhia da Polícia Militar especializada na repressão aos crimes ambientais.

Ao todo, 22 aves foram retiradas de particulares. Os animais encontrados foram: sete periquitos, um pássaro preto, cinco canários da terra, dois papagaios, seis papa-capins e um bicudo (ameaçado de extinção).

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, o objetivo das ações que estão sendo desenvolvidas pelo órgão consiste em coibir a prática de manter animais da fauna brasileira fora do seu habitat natural. “A finalidade é servir de exemplo, para que as pessoas se sintam desestimuladas a alimentar esse comércio clandestino. A fiscalização será permanente e para o seu sucesso contamos com o apoio da comunidade, que pode fazer as suas denúncias anônimas”, explicou, destacando a importância dos trabalhos de conscientização. “A cultura de capturar e criar esses animais em casa ou mesmo vendê-los em feiras livres existe, mas é preciso reciclar esses conceitos, assimilando novos conhecimentos acerca da preservação ambiental”, afirmou.

“Centenas desses animais morrem durante a retirada dos ninhos, captura ou transporte. Criá-los nas residências é uma propaganda negativa, pois é a divulgação de uma atividade que não é correta”, enfatizou, ressaltando que existem criadouros legalizados perante órgãos como o IBAMA, inclusive para fins comerciais. “Todos os casos em que realizamos apreensões foram de pessoas que não estavam autorizadas. Por isso, não há qualquer possibilidade de reaverem os pássaros”, esclareceu.

O secretário disse ainda que os infratores não serão multados. “Não é nossa finalidade punir ninguém por esses atos, mas apenas mostrar que tal comportamento não é aceitável”, pontuou.

 As aves apreendidas foram encaminhas para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) do IBAMA, onde receberão cuidados e passarão por um processo de reabilitação para reintrodução no ambiente natural.

Pedro Ivo Rodrigues
Fotos: João Cordeiro
Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Porto Seguro

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top