As alterações à Lei Estadual 10.431, que dispõe sobre a Política de Meio Ambiente e Proteção à Biodiversidade da Bahia, será um dos principais assuntos de pauta da 36ª Reunião Ordinária do Fórum Florestal do Sul e Extremo Sul da Bahia. O encontro será realizado nos dias 25, a partir das 14 horas, e 26 de outubro, às 8 horas, na Pousada Aldeia Portuguesa, na Coroa Vermelha.
Durante a reunião, os membros do Fórum Florestal discutirão as modificações sugeridas pelo Governo do Estado à legislação sobre o meio ambiente e também as alterações à lei propostas pela Associação Baiana de Florestas Plantadas – ABAF e pelo Sindicato das Indústrias do Papel, Celulose, Papelão, Pasta de Madeira de Papel e Artefatos de Papel e Papelão no Estado da Bahia – Sindpacel.
Além do debate sobre a política ambiental da Bahia, a reunião contará com a exposição dos resultados do monitoramento da cobertura florestal das bacias hidrográficas do Extremo Sul entre os anos de 1996 a 2006. O estudo está sendo desenvolvido pelo Instituto BioAtlântica, Econanfi Consultoria Ambiental e LePac.
Outro ponto de pauta são as apresentações das propostas do grupo de trabalho (GT) de planejamento da paisagem, cujo principal objetivo é construir acordos entre as empresas e as comunidades afetadas pelo plantio, tendo como alvo o uso do solo e o afastamento das plantações dos núcleos urbanos e rurais.
O Fórum Florestal do Sul e Extremo Sul da Bahia existe desde 2005 e busca, através do diálogo entre empresas e sociedade civil, construir visão e agendas comuns entre esses setores, em prol de uma sociedade mais justa, economicamente viável e ambientalmente correta.
Maiores informações sobre a iniciativa do Diálogo Florestal e sobre o Fórum Florestal do Sul e Extremo sul da Bahia podem ser obtidas em: www.dialogoflorestal.org.br e pelos telefones: (73) 3288-2422 (terças, quartas e quintas-feiras, das 9 às 13h). Ou através do e-mail apoioadmfflorestal@gmail.com.

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top