Toda quarta-feira um voo Milão Malpensa - Porto Seguro – Salvador – Milão da operadora Axé Brasil com aeronaves Blue Panorama transporta centenas de passageiros italianos para o Brasil e brasileiros para Itália. Com aproximadamente dez horas de voo é útil para os turistas, para os italianos residentes na Bahia e para o turismo brasileiro na Itália, em forte crescimento. O voo charter, de fato aproxima Itália à Bahia. Satisfeitos com a operação, o diretor geral da Axé Brasil, Américo Risotto e o diretor geral do Resort La Torre, Luigi Rotunno, um dos empreendimentos hoteleiros que mais recebem turistas italianos em Porto Seguro, concederam entrevista sobre o voo.
O voo Axé Brasil/Blue Panorama recomeçou no final de outubro, em qual dia da semana vai voar e qual será a rota? Vai continuar Milão (Malpensa)-Porto Seguro-Salvador-Milão?
Américo Risotto - Depois da clássica parada do mês de setembro, recomeçamos às quartas- feiras, Porto Seguro, mantendo como segunda escala a capital baiana Salvador.
Qual é a aeronave utilizada, e qual é a capacidade de passageiros?
AR - A aeronave é um 767-300 que tem uma capacidade total de 268 assentos, dos quais 12 em Blue Class.
Em relação ao mercado italiano, como esse está respondendo ao voo? E quanto o mercado brasileiro está utilizando o voo para conhecer a Itália?
AR - O mercado italiano sempre deu uma resposta positiva ao destino Porto Seguro. O fator mais interessante é o crescimento - principalmente num momento de dificuldade para outros destinos, com uma diminuição de clientes, consequentemente, o empenho menor das Operadoras de Turismo - no caso de Porto Seguro, na Axé Brasil quase dobramos nosso empenho com a Companhia Aérea, sendo hoje o voo Blue Panorama em gestão exclusiva com uma lotação média de mais de 90%. Em relação ao mercado brasileiro estamos trabalhando para desenvolver esse fluxo turístico, de fato no dia 17 de novembro foi realizada, em Salvador, uma apresentação às agências de viagens locais com produtos variados como Itália Clássica, Arte, Neve, etc.
Luigi Rotunno - Porto Seguro, graças a esse voo é o único destino do Brasil que cresce sem parar. A presença de artistas italianos no 5º Festival Internacional de Música do Descobrimento demonstra uma relação Itália-Brasil que está fortalecendo.
Percentualmente, quantos passageiros descem em Porto Seguro e quantos em Salvador?
AR - Durante a operação do verão italiano, o percentual foi de aproximadamente 55% Porto Seguro e 45% Salvador. Desde o começo da operação outono/inverno (primavera/verão aqui), a quantidade de Porto Seguro aumentou para o 60% de ocupação para Porto Seguro e 40 para Salvador. Esses números, porém são muito sensíveis às variáveis dos grupos de incentivos, que numa só saída podem modificar o percentual.
Quais são as quantidades de bagagens que se podem levar (italianos, italianos residentes no Brasil e brasileiros) na mala e como bagagem de mão?
AR - A bagagem de mão é sempre de 5 quilos, a mala, no entanto é de 20 quilos para o turista europeu, para o italiano residente os quilos aumentam para 30, enquanto para o cidadão brasileiro, considerado fluxo étnico aplica-se o PC (Peace Concept) de 2 volumes de 32 quilos.
Até quando está previsto o voo?
AR - Até o final de março de 2012
Depois de todos esses anos de voo, qual a mensagem da Axé Brasil para Porto Seguro?
AR - A primeira não pode que ser um agradecimento pelo que recebemos da cidade, das pessoas nativas e das que escolheram Porto para morar. Em segundo lugar de não desistir de fazer conhecer essa terra mágica que encanta e apaixona além de qualquer limite.
Melhorou o tempo de desembarque/alfandega em Porto Seguro?
AR - Com certeza, estamos quase na metade do tempo necessário dois anos atrás, mas precisa melhorar ainda mais.
Quais são os planos para 2012?
AR - Planejamos para 2012 um trabalho em parceria com a Bahiatursa para captar novos mercados e setores, como aconteceu este ano quando conseguimos alcançar o objetivo previsto, como aumento0 do fluxo do setor Incentive, realizando uma série de workshop em várias regiões italianas.

Fonte e fotos: Antonio Alberghini/Mídia Mutá

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top