A Prefeitura Municipal de Porto Seguro, através da secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social, promoveu nesta terça-feira, 6 de dezembro, a 1ª Caminhada dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres. A mobilização começou na Quadra do Campinho e seguiu pela Praça São Sebastião e Avenida dos Navegantes, terminando com uma grande confraternização na Praça do Relógio.

De acordo com a superintendente Dary Freitas, o objetivo do evento foi lembrar o dia que ficou marcado como o"Massacre de Montreal", quando 14 estudantes de engenharia foram assassinadas em sala de aula por um homem de 25 anos. O rapaz deixou uma carta na qual afirmava que havia cometido o crime porque não suportava a ideia de ver mulheres estudando engenharia, um curso tradicionalmente dirigido ao público masculino.

A sociedade não pode mais permitir qualquer tipo de violência contra a mulher. "Homem que bate em mulher, machuca toda a família”, afirmou a superintendente.

A mobilização reuniu homens do Corpo de Bombeiros, o secretário de Trabalho e Desenvolvimento Social, o delegado da Polícia Civil, Ricardo Feitosa, além do pessoal do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e representantes da comunidade.

Durante a caminhada, foram distribuídos laços brancos para todos os homens. O laço simboliza o compromisso de jamais se cometer um ato de violência contra as mulheres e jamais silenciar diante de qualquer tipo de violência, seja física, moral, emocional. Para as mulheres, foram distribuídas rosas. “Fico muito feliz em ver uma mobilização dessas. É importante que todos tenham consciência e respeito pelas mulheres”, afirmou Marly Pereira, que assistiu a manifestação.

O disque-denúncia para casos de violência contra a mulher é 180.

Cyntia Farabotti

Fotos: Hadja

Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Porto Seguro

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top