Diversos setores da Prefeitura de Porto Seguro se movimentaram para apresentar experiências bem sucedidas da administração municipal aos representantes de 17 países, que estiveram no município nos dias 01 e 02 de dezembro. Eles vieram atendendo ao convite do Ministério das Relações Exteriores, numa parceria entre a Prefeitura, FNDE (Fundação Nacional para o Desenvolvimento da Educação) e FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação), para conhecer as práticas públicas que servirão de exemplo para outros países, especialmente em relação ao projeto Educando com a Horta Escolar e ao setor de Merenda Escolar, da Secretaria de Educação.

O secretário de Agricultura, Pesca e Abastecimento do município, falou aos visitantes, lembrando que Porto Seguro vivia exclusivamente do turismo, mas com o passar do tempo tornou-se necessário o investimento no setor de agricultura. “Nossa produção agrícola deu um salto enorme e passou por uma grande evolução. Grande parte dos produtos consumidos aqui vinha do Espírito Santo. Hoje, 80% desses produtos vêm da agricultura familiar, graças ao apoio que a administração do prefeito Abade vem dando aos pequenos agricultores”, salientou.

Romilson, presidente da Cooperativa de Agricultores, confirma isso. “Nosso município não tinha agricultura como tem hoje, quando demos um pulo enorme. O nosso município hoje está de parabéns. A agricultura está feliz por ter espaço para vender nossos produtos para as escolas. Nossa meta é plantar mais e botar na mesa das pessoas produtos orgânicos, sem agrotóxicos e nós estamos conseguindo isso, graças ao apoio da administração”, frizou.

O secretário de Meio Ambiente fez um relato das conquistas da sua secretaria, segundo ele, a mais bem equipada do Estado, depois de Salvador, para garantir a conservação das riquezas naturais de Porto Seguro, com seus 86 quilômetros de praia, seis aldeias indígenas e 33 unidades de conservação. Já o major Câmara, comandante da Cippa (Companhia Independente de Proteção ao Meio Ambiente), destacou a importância da parceria com a Prefeitura de Porto Seguro em favor da preservação do meio ambiente para as futuras gerações.

A coordenadora do setor de Merenda Escola da Secretaria de Educação, Fernanda Magalhães Carneiro, falou da evolução do setor, para atender diariamente e com qualidade, os quase 30 mil alunos das 107 escolas da rede municipal de ensino. Ela ressaltou ainda a importância da atuação do Conselho de Alimentação Escolar, que acompanha e fiscaliza todas as ações relacionadas à merenda. “Hoje nossos alunos estão comendo legumes, verduras, frutas, carne, iogurte, açaí. Para nós é motivo de orgulho poder oferecer uma merenda farta e de qualidade nas escolas”, enfatizou.

Educando com a horta

O engenheiro agrônomo responsável pelo projeto Educando com a Horta Escolar, Lázaro Vinhas, fez um resumo de como funciona o projeto, implantado em 2009 e atualmente atendendo 32 escolas. Segundo ele, a Secretaria de Educação, através da coordenação do projeto, oferece todo o suporte para as escolas, desde a orientação técnica, até os insumos e sementes. “Nós orientamos os alunos sobre o que plantar, as ferramentas necessárias, o local mais adequado, como preparar o terreno para o plantio, que tipo de sementes e adubos devem ser utilizados”, explica o engenheiro, acrescentando que todos adubos utilizados são orgânicos.

“Através do projeto, que envolve várias disciplinas, o aluno, com o apoio dos professores, têm a oportunidade de aprender sobre a importância de uma alimentação saudável, além de plantar, colher e depois degustar através da merenda, os alimentos que eles mesmos plantaram em suas escolas”, assinala a coordenadora do projeto, Tatiana Longo. No último dia do encontro ela quebrou o protocolo e colocou os convidados para sambar ao som do “Samba de roda da Bahia”, com Beth Carvalho e Ivete Sangalo, tombado pela Unesco.

Ela se emocionou ao falar aos visitantes sobre a proposta e ofereceu a cada um deles um CD com a composição e um exemplar do livro “Contextualizando a Experiência Pedagógica do Projeto Educando com a Horta Escolar – Porto Seguro”. “Esse projeto está acontecendo graças ao apoio do prefeito Abade, da professora Dilza e da equipe da Secretaria de Educação. Vocês estão levando o nosso sonho para o país de vocês”, alinhavou.

Em diversas ocasiões, os visitantes tiveram a oportunidade de degustar lanches preparados da mesma maneira e com os mesmos produtos utilizados na elaboração da merenda servida nas escolas. Os cardápios agradaram em cheio aos visitantes, que partiram imbuídos do compromisso de repassar aos seus dirigentes as experiências bem sucedidas implantadas pela Prefeitura no município de Porto Seguro. “O projeto Educando com a Horta Escolar é novo, mas nós acreditamos, investimos e estamos vendo que vocês também estão apaixonados por ele”, resumiu a secretária de Educação.

Hilda Rodrigues
Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Porto Seguro

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top