Secretária de Saúde, funcionários e estagiários Vivência no SUS

Porto Seguro recebeu, esta semana, estudantes de cursos de graduação para realização da 4º edição do Estágio de Vivência no SUS. É uma equipe multidisciplinar, vinda das cidades de Jequié, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Salvador, e formada por dez integrantes dos cursos de Odontologia, Enfermagem, Fisioterapia, Psicologia, Serviço Social e Educação Física. A iniciativa é uma parceria da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde, com a Escola Estadual de Saúde Pública (EESP), a Universidade Aberta do SUS (UNASUS), a Superintendência de Recursos Humanos da Saúde (SUPERH), o Governo do Estado e o SUS.

Os alunos selecionados para o Estágio de Vivência do SUS participam de discussões sobre a integração de educação e trabalho na saúde, por meio da articulação de gestores, trabalhadores, usuários e instituições formadoras. “A proposta visa buscar a reorientação do estudo da saúde para a prestação dos serviços públicos, o que vem suprir, muitas vezes, a ausência de um norteamento no ensino nas faculdades”, disse a mediadora e estudante Isabela Araújo. A atividade permite conhecer melhor o cotidiano do Sistema Único de Saúde.

Durante oito dias, os estagiários vão visitar unidades da atenção básica, e da média complexidade do município, cumprindo uma agenda de visitas criada em consenso com os coordenadores da Secretaria de Saúde, para observação e aprendizado com os profissionais nas atividades dos Postos de Saúde da Família, Pronto-atendimento, SAMU, Vigilância Sanitária e Epidemiológica, CAPS e CTA. O cronograma inclui, ainda, rodas de conversa com a gestão local da saúde e a 8º DIRES.

De acordo com a supervisora do Estágio de Vivência no Município, Márcia Quaresma, a oportunidade proporciona ao acadêmico observar a realidade do Sistema Único de Saúde, a organização da rede de serviços, a capacidade instalada, fluxo e organização do processo de trabalho das equipes de saúde do município. “É importante essa vivência, pois o aluno precisa estar consciente enquanto profissional da saúde sobre o seu papel no SUS”, enfatizou.

Para receber estes alunos, Porto Seguro foi inscrito no projeto da EESP com a SESAB. O município acolhe esses alunos e direciona as atividades; o estado arca com transporte, hospedagem e alimentação. Cerca de mil estudantes já participaram dos estágios em 30 municípios baianos. Depois de encerradas as visitas, eles vão produzir um diário de campo, uma espécie de relatório com suas impressões e assuntos que mais lhes despertaram interesse, e entregar à Secretaria Municipal de Saúde.

Alexandra Soares
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Saúde de Porto Seguro

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top