A garota se apoiou no direito da livre expressão livre como forma de colocar prá fora seu abominável preconceito pelos nordestinos em geral. Acreditando ser melhor do que outras pessoas arranjou sim uma bela encrenca. É bom mesmo que sirva de exemplo para os poucos que se acham acima de qualquer pessoa. Até os hackers tiveram a decência de retirar o perfil da mocinha do ar! Lamentável... Faltou mais diálogo da família com essa moça... Faltou Deus... Sei lá... Ela tá ferrada... (Bebel Magalhães)

Fonte Sempre TOPS
Usuária Gaúcha do Twitter vem causando bastante indignação por seus tweets, Sophia Fernandes ofende nordestinos no twitter, e gera revolta dos usuários pela intensidade de suas ofensas. Tudo começou quando a garota em seu perfil pessoal na rede social fez um comentário em uma hashtag criada por alguns moradores do estado brasileiro, localizado no nordeste brasileiro, o Piauí, onde tentava defender aos insultos contra os piauienses, a hastag #insultopiauiense.

Sophia escreveu um xingamento exclusivamente para atacar o povo nordestino, escrevendo: “#insultopiauiense insulto é essas merdas existirem, falo mesmo…”, ela ainda intitula seus xingamentos chamando os baianos de macumbeiros e os cearenses de “Cabeça de Bost

Mais Ofensas

A jovem de 18 anos, não parou por ai. Em meio a reação e respostas dos outros usuários devido aos seus comentários, Sophia Fernandes soltou o verbo e relatou que usava da sua própria liberdade de expressão para escrever o que queria e usava isso para se manifestar.

Não contente com apenas desprezar e ofender os nordestinos ela partiu para atingir ao governo, representado pelo próprio governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, dizendo: “Querem falar de Justiça..Justiça deve ser feita contra vocês.. que colocam em toda eleição um governo corrupto.. que só ilude vocês..”, escreveu Sophia, se defendendo contra tweets de outros usuários.

Perfil Hackeado

Após esta revolta toda com seus comentários, o perfil de Sophia Fernandes foi tirado do ar de uma forma hackeada, e deixado uma mensagem para saberem o motivo: “Perfil Hackeado! Motivo: XENOFOBIA”.

Os responsáveis pela realização deste feito foram assumidos pelos grupos @iPiratesGroup, @AntiSecBrTeam, @GrayHatBRGroup, sendo que este ultimo também já havia assumido a autoria de ataques ao sistema da secretaria de educação de Rondônia, da prefeitura de Santa Rosa em Goiás, e na Câmara de Vereadores de Planalto no Paraná.

Fonte: Radar 64:

Usuária do twitter que ofendeu nordestinos é denunciada ao MPF

RECIFE - A Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco ofereceu, nesta segunda-feira (12) ao Ministério Público do Rio Grande do Sul uma notícia-crime contra a twitteira Sophia Fernandes, segundo informação do Diário de Pernambuco. Na semana passada, ela foi denunciada mais de 8 mil vezes pelos internautas por ofensas a nordestinos no serviço.

Entre quinta e sexta-feira, a conta da garota, que diz ter 18 anos e morar de Porto Alegre (RS), disparou tweets chamando a população nordestina de "suja" e "pobre". Em um dos posts, diz que "nordestino não nasce.. é cagado".

Segundo o presidente da OAB-PE, Henrique Mariano, os posts da twitteira configuram crime de racismo, com pena prevista de dois a cinco anos. "Sophia Fernandes que não conte com a impunidade para esse ato de desatino, próprio de pessoas ignorantes", disse ao jornal pernambucano.



2 comentários :

  1. Esta gaúcha tá querendo emporcalhar o nome dos gaúchos, é? Mas precisa é de uma sumanta de relho(surra de chicote)!
    Isto é falta do que fazer, é falta de ter que trabalhar para comer. Coloca para capinar uma roça, plantar a sol de meio dia, que logo ela dobra este topete inútil e ignorante!

    ResponderExcluir
  2. Nenhum ser humano pode julgar-se superior a outro por ter determinada cor de pele, religião, preferência política, opção sexual, ou no caso da Sophia Fernandes, por ter nascido em determinada região do país. Ela foi extremamente preconceituosa, racista, intolerante, 'mente fechada'. Este não é o primeiro caso de preconceito contra nordestinos em redes sociais. Essas pessoas que ofendem nada mais são do que desinformadas e ignorantes no sentido mais amplo da palavra. Existe uma grande diferença entre alguém expressar sua opinião e gostos sobre determinado assunto ou algo e ofender e insultar alguém ou um grupo apenas por não simpatizar-se por tal. Não conhece e não gosta. Puro preconceito. Há um ditado muito interessante que diz que "Nosso limite termina onde o do próximo começa" e é verdade. Vivemos em uma democracia, mas isso não significa que pode-se fazer qualquer coisa que se tenha vontade. Somos livres para fazermos o que quisermos, portanto que não invadamos o espaço do próximo ou o prejudiquemos. Um dos grandes problemas é que muitas vezes a justiça brasileira não é levada a sério. Essas pessoas acham apenas que terão suas redes sociais suspensas por determinado tempo e o assunto será esquecido. Isso faz com que os casos repitam-se constantemente. Tem que haver punição adequada e justa, não só para Sophia Fernandes, mas como para Mayara Petruso, Amanda Régis e tantos outros para que sirva de lição e exemplo para os que pensarem em cometer tal crime. Sim! Pode parecer uma coisa simples e boba, mas é um crime. Há quem diga que deve-se preocupar-se com os políticos corruptos, assassinos, assaltantes, mas tudo é uma reação em cadeia. Alguém que sofra de bullying hoje pode tornar-se agressivo no futuro. Sophia Fernandes é maior de idade e responde por seus atos. Ela deveria ter pensado nas consequências. Independente da região do Brasil em que nascemos, norte, nordeste, centro-oeste, sul ou sudeste, somos todos brasileiros e devemos nos orgulhar disso ao invés de valorizar apenas o que vem de fora. Temos um país com dificuldades, pobreza, mas um país rico em cultura, em beleza natural, belas praias, um povo acolhedor, simpático, batalhador que vive dia após dia apesar dos altos e baixos. Se não estamos satisfeitos com algo, devemos começar a mudança a partir de nós mesmos e não reclamar e acusar alguém. E principalmente, não deve-se julgar algo ou alguém se não tem embasamento para isso, se não conhece, não sabe sobre o assunto. Podemos falar do que sabemos, expressar opinião do que conhece-se. Se não for assim, é preconceito, um pré-julgamento, um conceito de algo antes de conhecer. Tenho certeza que não só eu, nem só os nordestinos, mas toda a população sensata, justa e que acredita no cumprimento das leis brasileiras aguarda a punição devida para Sophia Fernandes.

    Maria Luiza Paes Machado

    ResponderExcluir

 
Top