Marca da Grendene prepara coleção com 50 modelos para a Rio Fashion e a SPFW, com assinatura dos estilistas Jason Wu e Vivienne Westwood.

A Fashion Rio e a São Paulo Fashion Week (SPFW), programadas para acontecer em janeiro, serão o palco da coleção de inverno de Melissa, um dos grandes ativos da Grendene, para 2012.

Criada há 32 anos, a marca que conseguiu transformar o plástico em um ícone vai apresentar uma coleção com 50 modelos ao mercado nas próximas semanas.

Pelo que indica Paulo Pedó, gerente da divisão Melissa, as botas serão a grande aposta da marca. De cano curto, longo, coloridas e com inovações que ele não revela antes da hora.

"Nesta nova coleção nós vamos trabalhar o Brasil de forma mais ampla. Teremos produtos mais abertos para o inverno tropical e outros mais fechados e adequados para o inverno mais rígido", explica Pedó.

Para atrair as consumidoras, a Melissa vai manter sua aposta em parcerias como já vem fazendo ao longo dos anos. No próximo inverno, Pedó promete calçados com assinatura de estilistas como o americano-taiwanês Jason Wu, a britânica Vivienne Westwood e até mesmo os Irmãos Campana, conhecidos pelo design-arte que produzem.

Economia em 2012

Apesar das incertezas em relação à economia brasileira no próximo ano, Pedó diz estar confiante em relação a 2012 e explica que inovação é a estratégia para a marca se diferenciar e atrair as consumidoras. "Do ponto de vista de perspectiva econômica, sabemos que 2012 será um ano difícil pelo que mostra o cenário, principalmente por conta da crise europeia."

Contudo, ele defende o uso da inovação para superar os momentos mais difíceis. Uma dessas apostas é a marca M:Zero, conhecida pelo público como "Melissa Masculina". Lançada há dois anos e ainda em fase piloto, hoje M:Zero ainda é encontrada em um número restrito de lojas - por volta de 200.

Os números de vendas Pedó não revela, mas diz que o desempenho tem sido bom e que está de acordo com a expectativa da Grendene. A ideia é aumentar a presença da marca, embora não exista uma meta definida.

Hoje, M:Zero é visto pela Grendene como um laboratório em torno de um sapato masculino de plástico que passa a imagem de despojado. Com dois modelos batizados de 1 e 2, a ideia é apresentar uma nova cartela de cores para M:Zero no inverno 2012.
(Brasil Econômico)

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top