Uma moderna praça, equipada com telecentro, biblioteca, playground, aparelhos de musculação, cine teatro, auditório, quadra poliesportiva e pista para caminhada será construída no bairro Baianão, nas imediações do estádio. A obra, do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), é resultado de um convênio firmado entre a Prefeitura Municipal de Porto Seguro e o Governo Federal, com previsão de início em abril.

Para discutir como será a implantação da Praça da Cultura, estiveram reunidos, no Colégio Frei Calixto, na última terça-feira, 27, secretários municipais, o vereador Marcos Rodrigues, lideranças comunitárias, produtores culturais, educadores e representantes de Organizações Não Governamentais (ONGs).

O secretário de Planejamento informou que o investimento será na ordem de R$ 2 milhões e que a praça ocupará uma área de 3.000 metros quadrados. “É uma ação do prefeito de Porto Seguro, que foi a Brasília lutar por esse projeto”, salientando que a iniciativa tem o apoio da Câmara Municipal.

Superintendente de Obras: “Será uma praça classe A”

De acordo com o superintendente da secretaria de Obras, Porto Seguro está entre os 45 municípios brasileiros contemplados com as praças multifuncionais. Ele salienta que um comitê gestor será formado para acompanhar a execução da obra. “É um investimento a fundo perdido, sem contrapartida da prefeitura. O convênio já foi aprovado pela Caixa Econômica Federal (CEF) e o contrato com o Executivo deverá ser assinado no próximo mês”, ressaltando que a construção da praça deverá ser financiada pelos ministérios da Cultura e das Cidades. “Será uma praça classe A, que não tem igual em nossa cidade e que precisará de uma manutenção correta em proveito da comunidade”, acrescentando que os usuários também se beneficiarão com a proximidade da Base Comunitária de Segurança, que contará com efetivos da Polícia Militar. “A Base cobrirá um raio de três quilômetros, além disso, serão instaladas câmeras de monitoramento no entorno”, explicou.

Prefeito Abade escolheu o bairro para receber investimento federal

O secretário de Cultura destacou que o prefeito Gilberto Abade escolheu o Baianão para receber a praça, reafirmando o seu compromisso com a população do maior bairro do município. Ele disse ainda que o Comitê Gestor, que será composto de pessoas escolhidas por representantes de associações e demais segmentos da sociedade, deverá prever o quadro de funcionários da unidade. “O projeto envolverá as secretarias de Planejamento, Esportes, Cultura e também a de Obras”, complementando que a Unidade Gestora Local atuará em conjunto com o Grupo Gestor, fornecendo indicações para composição de um conselho. “Discutiremos a dinâmica do funcionamento da praça, refletindo os anseios da comunidade na qual estará inserida”, esclarecendo que a Unidade Gestora Local será criada pelo Executivo municipal e que será um órgão distinto do Grupo Gestor.

O secretário de Esportes e Lazer considerou que o projeto promove a inclusão social e que a praça necessitará de uma atenção especial quanto a sua preservação. “Não podemos permitir que seja depredada por vândalos. Além disso, solicitarei ao comando do 8º Batalhão da Polícia Militar a realização de um trabalho preventivo à semelhança do que vem sendo feito na praça da Bíblia, evitando que o local se torne um ponto de venda de entorpecentes. O Comitê Gestor será de fundamental importância para a conservação da praça, que não servirá apenas aos moradores do Baianão, mas de toda a cidade”, declarou.

Texto: Pedro Ivo Rodrigues

Secretaria de Governo e Comunicação

Assessoria de Imprensa - Prefeitura de Porto Seguro

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top