O escritor Millôr Fernandes morreu aos 88 anos de idade no Rio de Janeiro na noite de ontem (27). A informação só foi divulgada na manhã desta quarta-feira (28).

Millôr morreu de falência múltipla dos órgãos. Ele chegou a ficar cinco meses internado no ano passado em decorrência de vários problemas de sáude.

O escritor morreu em casa, no bairro de Ipanema, capital fluminense.

O corpo será velado a partir das 10h de quinta-feira (29), no Cemitério Memorial do Carmo, no Bairro do Caju, no Rio.

Segundo a assessoria do cemitério, o corpo será cremado às 15h, também da quinta, no Crematório da Santa Casa.

Millôr foi um dos fundadores do jornal O Pasquim e um dos representantes da imprensa nanica, que levou o humor às publicações alternativas na época da forte censura do Regime Militar.

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top