Para as meninas, vemos as opções cromáticas surgirem a partir de inspirações tomadas de diagramas e símbolos científicos, em tons que refletem interferências químicas e toques orgânicos. Variações discretas de cinzas e amarelados dividem espaço com vermelhos, roxos, verdes e alaranjados intensos, os quais dão conta de atualizar e garantir um visual mais leve à essa paleta.

No que diz respeito à estamparia, a princípio, é no mix de cores e fusão de tons de um espectro de luz que vemos as principais referências para as padronagens e estampas que trazem elementos abstratos ou geométricos dotados de energia e contrastes cromáticos para peças como vestidos, blusas e casacos infantis. Motivos gráficos e combinações de texturas e volumes também se destacam, especialmente, àquelas que conferem um apelo futurista às peças, como as superfícies sintéticas e metalizadas que são coordenadas com formas divertidas para resultarem em visuais de ares científicos e jovens.

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top