No período de 1º de janeiro a 29 de fevereiro de 2012, Porto Seguro não registrou nenhum caso de dengue. Uma importante vitória contra a doença, se considerados os 875 casos confirmados no mesmo período do ano passado. A queda se refletiu devido a intensificação das ações de prevenção, controle e combate ao mosquito, realizadas pelo município, aliadas ao incremento de equipamentos de serviço e segurança dos agentes, fardamento e bombas fumacê.

No ano passado, a campanha contra a dengue usou personagens fictícios, mas mostrou a difícil realidade de pessoas que contraem a doença na sua forma mais perigosa, a hemorrágica. A mensagem foi dura, mas atingiu o objetivo de alertar as pessoas sobre os riscos de manter focos do mosquito. Em 2012, a iniciativa da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde, chama a população para participar do combate com a frase: “Faça sua parte na luta contra a dengue”..

Este ano, embora os registros sejam animadores, e, mesmo não apresentando risco de surto, conforme o Levantamento de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa 2012), Porto Seguro não dorme na luta contra o atrevido mosquito. A campanha 2012 busca levar o público a se mobilizar para não deixar o mosquito acabar com a curtição do verão.

Estratégias

Como parte da campanha, a Operação Verão 2012 consiste na intensificação dos trabalhos preventivo e social, de sensibilização dos turistas e funcionários quanto ao seu papel na prevenção da doença. “Todas as barracas de praias, hotéis e pousadas em Porto Seguro estão recebendo atenção especial para o controle e combate a dengue nesta operação”, afirmou Tássia Lôbo, coordenadora de Combate às Endemias.

Outra estratégia é o combate ao vetor em locais estratégicos, como borracharias, cemitérios e ferro velho, áreas propícias à proliferação do mosquito. As equipes de Operação Especial se revezam, trabalhando aos sábados, domingos e feriados, para visitar cerca de 300 pontos estratégicos durante o ano de 2012.

Além do material publicitário, dos panfletos informativos direcionados à população, aos profissionais de saúde e professores do município, há ações contínuas, como as visitas nos domicílios, a inspeção aos imóveis pelos Agentes de Combate às Endemias (ACE) e atividades educativas nas escolas pela equipe da Educação Popular em Saúde (EPS) e o bloqueio dos casos suspeitos da doença.

Sec Governo e Comunicação

Fotos: Vigilância Epidemiológica

Assessoria Saude Alexandra Soares

AUTORIZADO POR SANDRA RIZO

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top