Apenas haverá atendimento para urgências e emergências

Na próxima quarta-feira (25), médicos baianos e cirurgiões-dentistas vão paralisar o atendimento a todos os planos de saúde. Serão interrompidos todos os procedimentos e consultas e apenas haverá atendimento para urgências e emergências.

A mobilização dos médicos acontece no país neste mesmo dia e, na Bahia, a ação teve adesão dos dentistas. As categorias reivindicam o reajuste do valor das consultas repassadas pelos planos de saúde. Em carta aberta à população, os médicos dizem que a paralisação é "um ato de de defesa da saúda suplementar" e que luta "por mais qualidade na assistência prestada aos cidadãos".

"Nos últimos dez anos, os reajustes dos honorários médicos foram na sua grande maioria irrisórios,enquanto os planos aumentaram suas mensalidades bem acima da inflação. Os contratos entre as operadorase os médicos também são irregulares, estando em desacordo com as normas estabelecidas pela AgenciaNacional de Saúde Suplementar (ANS)", diz ainda o texto.

No dia da paralisação, os médicos fazem concentração a partir das 13h na Faculdade de Medicina, no Terreiro de Jesus.

Negociação
Segundo a Comissão Estadual de Honorários Médicos da Bahia (CHEM), em negociação feita em julho de 2011, foi firmado um acordo referente à remuneração dos médicos, reajustada para R$ 60 por consulta, assim como a adoção da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM) com os 28 planos de saúde representados pela União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde (Unidas).

Este acordo não está sendo cumprido, segundo os médicos, por três dos planos filiados - Cassi, Geap e Petrobras. Em março, uma decisão da Justiça obrigou os planos a pagarem os honorários médicos determinados pelo acordo a partir de agosto de 2011, retroativamente.
http://www.correio24horas.com.br

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top