Para comemorar o Dia Nacional de Combate e Prevenção à Hipertensão Arterial (26 de abril), a Secretaria de Saúde de Porto Seguro preparou, durante a semana, algumas ações alusivas ao tema. No bairro Mercado do Povo, Baianão, as Equipes de Saúde da Família, realizaram uma oficina com debates e discussões sobre os sinais, prevenção e tratamento da doença, esclarecendo dúvidas e mitos para a população. A iniciativa teve a participação de alunos do 7º período de graduação em Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas.

De acordo com a supervisora da área, enfermeira Josiany Garcia, o objetivo da oficina foi alertar para o fato de que hipertensão arterial é considerada uma inimiga silenciosa, por não apresentar sintomas. “Por isso, quanto mais cedo for detectada, maiores serão as chances de tratamento e de prevenir as complicações da doença”, afirmou. Durante a palestra, foi servido um delicioso café da manhã, como parte da promoção ações de estímulo a hábitos saudáveis de vida.



Ações do SUS ampliam acesso a tratamento da hipertensão

Uma pesquisa recente do Ministério da Saúde revela que 22,7% da população adulta brasileira são diagnosticados como hipertensos. Entre as mulheres, o diagnóstico é mais comum (25,4%) dos que entre homens (19,5%), sendo que em mulheres ocorre em todas as faixas etárias.

Mas o Brasil registrou avanços no controle e no tratamento da doença. De acordo com dados do MS, pelo programa Saúde Não Tem Preço, lançado em fevereiro do ano passado, 6,9 milhões de hipertensos tiveram acesso a medicamentos gratuitos nas mais de 20 mil farmácias e drogarias credenciadas, que também disponibilizam medicamentos para diabéticos.

Para obter quaisquer dos produtos disponíveis na rede, basta a apresentação de CPF, documento com foto e receita médica válida. Desta maneira, evita-se a automedicação e promove-se maior transparência e controle dos repasses feitos pelo ministério às farmácias.

Saiba mais sobre a hipertensão

Uma pessoa é considerada hipertensa quando a pressão arterial é igual ou superior a 14 por 9. A doença é causada pelo aumento na contração das paredes das artérias para fazer o sangue circular pelo corpo. Esse movimento sobrecarrega vários órgãos, como coração, rins e cérebro. Se não for tratada, a hipertensão tem complicações como entupimento de artérias, Acidente Vascular Cerebral (AVC) e infarto. O fumo, o sedentarismo e uma dieta com muito sódio e gordura são vilões para a pressão arterial. A frequência da doença avança com o passar dos anos.



Alexandra Soares

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Saúde de Porto Seguro

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top