Aloísio Pontes
Mais de sete mil empresários baianos estão previstos para se inscrever na edição 2012 do Prêmio MPE Brasil – Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas, superando as 6,5 mil inscrições de 2011. “Este ano está sendo admitida a participação do Empreendedor Individual (EI) e de Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli), o que deverá alavancar bastantes inscrições”, explica o gestor do MPE Brasil na Bahia, Marcelo Oliveira. As inscrições estão abertas e podem ser feitas até 31 de agosto de 2012 pelo site www.premiompe.sebrae.com.br, pelo telefone 0800 570 0800 e nos Pontos de Atendimento Sebrae.

Podem se inscrever no Prêmio empresas com receita bruta anual de até R$ 3,6 milhões, incluindo a soma dos orçamentos de filiais e matriz, segundo o Estatuto Nacional das Microempresas e das Empresas de Pequeno Porte – base 2010; com pelo menos um ano fiscal completo, ou seja, a empresa precisa ter sido aberta até 31 de dezembro de 2010, e com domicílio fiscal no Estado da respectiva inscrição.

Para Marcelo Oliveira, a maior importância do Prêmio está no incentivo à melhoria constante da gestão dos negócios. Segundo ele, ao conhecer e adotar o Modelo de Excelência da Gestão, a empresa obtém melhorias em processos e produtos, foco em resultados, aumento da produtividade e competitividade e aumento da credibilidade e reconhecimento público, dentre outros avanços. “O Prêmio MPE Brasil é um reconhecimento concedido anualmente às micro e pequenas empresas que se destacam em suas categorias, cuja atuação sirva de referência no esforço de mobilização para a melhoria da competitividade em seu segmento”, explica Oliveira.

Destaque baiano

A Bahia foi o Estado com o maior número de prêmios na disputa nacional do Prêmio MPE Brasil 2011, entregue no dia 23 de março deste ano, em Brasília. A Bahia venceu na categoria de Turismo e Destaque de Inovação e ainda ficou em segundo lugar entre as cinco melhores empresas do setor de Serviços.

O MPE Brasil é uma iniciativa realizada pelo Sebrae, Movimento Brasil Competitivo (MBC), Gerdau e Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), e contempla as áreas de indústria, comércio, serviços, turismo, Tecnologia da Informação (TI), saúde, educação, agronegócio, destaque de boas práticas de responsabilidade social e de inovação.

--

Agencia de Notícias Sebrae Bahia

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top