Desde 2005, o Instituto Amigos de Santo André – IASA realiza um trabalho que alia o fortalecimento da cultura local, melhorias na educação, na saúde e na higiene com capacitação profissional na área musical. Neste ano, pela primeira vez, o projeto Ambiente Musical - Educando pela Arte realizado no IASA, está sendo apoiado peloCriança Esperança, beneficiando diretamente 150 crianças e adolescentes de Santo André (BA). As atividades de inicialização musical, violão e lutheria dão a estes jovens novas possibilidades profissionais.

As atividades unem tanto aspectos formais quanto lúdicos. Um bom exemplo foi a oficina de lutheria (percussão e construção de instrumentos musicais), do educador Marcelo Bottini, que aproveitou a visita do luthier Fernando Sardo e o dia de sol para realizar uma atividade dentro da água, no rio João de Tiba.

“As crianças adoraram. Apesar de morarem todas à beira rio, dificilmente tomam banho nele, por questões culturais e sociais. As famílias não têm esse costume. A intenção dessa oficina aquática foi mostrar que tudo faz música. As crianças dentro da água fizeram a parte percussiva, juntamente com o professor Marcelo Bottini; na beira do rio, as crianças, juntamente com Fernando Sardo, fizeram a parte melódica da música, utilizando clavas de PVC e uma marimba cromada feita de tubos de PVC, construída na oficina da lutheria”, explica a coordenadora do Ambiente Musical, Ana Carolina França Pinto.

De acordo com a coordenadora, não foi a primeira vez que a água foi utilizada como recurso sonoro. Em outras visitas de Sardo, foram construídos bexigo-fones, um instrumentos feito de PVC, bexiga e água para dar a afinação (grave, médio, agudo) e outros instrumentos lúdicos e alternativos como um violoncelo feito de cabaça.

“Por ideologia a oficina tem objetivo de usar elementos alternativos, reciclados e provenientes da natureza, visando sempre uma ação sustentável e acima de tudo, ecologicamente viável”, diz Ana Carolina.

O IASA pretende formar músicos, artesãos e atingir objetivos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), como acesso ao lazer e promoção da cidadania. A formação musical começa cedo, a partir dos 4 anos, e continua até o fim da adolescência, aos 18 anos.

O projeto Criança Esperança é uma iniciativa da Rede Globo em parceria com a Unesco. Tem como objetivo chamar a atenção da opinião pública para a situação da infância e da juventude, expondo ao debate alguns dos principais problemas que atingem crianças, jovens e adolescentes. Todo ano, a campanha mobiliza os brasileiros para doarem recursos, que são aplicados em projetos sociais em todo o Brasil. Em 2012, o Criança Esperança apoia 114 projetos, beneficiando mais de 30 mil crianças e adolescentes.

Fonte: Criança Esperança

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top