Os festejos de São Pedro acontecem há dois dias, próximo a Casa da Lenha. Essa é a 6ª Festa organizada pela Colônia dos Pescadores. Iniciou com tradicional campeonato de Amarra Rede, Estorva de Anzol, Tarrafa e outros tipos de pesca artesanal.



Nesta sexta-feira (29/6), pela manhã, os devotos de São Pedro participaram de uma missa, celebrada na Tarifa, posteriormente, uma procissão saiu da Colônia dos Pescadores e seguiu até o cais. De lá, barcos e escunas enfeitadas fizeram a procissão marítima, percorrendo longo trecho pela costa de Porto Seguro.



A festa continuou com entrega de prêmios, além dos shows com Morcegada do Forró e do pescador que virou cantor, o evangelista. A chuva não atrapalhou o ânimo de quem prestigiou a festa, que pode apreciar vários pratos feitos com frutos do mar e peixes, sem falar no arrastapé a noite.

“Essa festa é um resgate da cultura da pesca artesanal e tradição religiosa que envolve a classe dos pescadores, em um misto de cultura e confraternização”, diz o presidente da Colônia dos Pescadores, Fabrício Goes.

O prefeito de Porto Seguro, Gilberto Abade, participou dos festejos. “Estamos felizes em confraternizar com a comunidade em um dia tão especial para os pescadores, em que expressam sua fé e tradição, diz o prefeito, acompanhando de secretários municipais, vereadores, pescadores e comunidade.



Verônica Menezes – Jornalista MTB 07787
Fotos: João Cordeito
Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Porto Seguro

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top