A Associação dos Taxistas de Porto Seguro comemorou, no último domingo, 17 de junho, 21 anos da sua fundação, num evento marcado pela união entre representantes da categoria e muita descontração, uma vez que aconteceram sorteios, músicas, brincadeiras e demais atividades voltadas para esses profissionais e suas famílias.

Comidas típicas juninas, como amendoim, mungunzá e milho cozido, além de quentão e licor, foram servidos gratuitamente aos presentes.

Foram realizados sorteios de eletrodomésticos, troféus, medalhas e de 150 e 200 litros de combustível.

Estandes com informações sobre preservação ambiental e outros temas da atualidade foram montados, com destaque para o da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (CIPPA), que expôs armadilhas e armas artesanais, bem como gaiolas utilizadas para caça e cativeiro de animais silvestres.

A Secretaria Municipal de Saúde disponibilizou profissionais do setor e serviços como aferição de pressão arterial e de taxa de glicemia, além de distribuir preservativos e prestar informações sobre a prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST´s).

Abade reitera compromisso de combater transporte clandestino

Convidado especial, o prefeito Gilberto Abade afirmou que compareceu ao evento festivo para dar um abraço simbólico em toda a família taxista, conhecida pela sua união e pela sua contribuição ao turismo, a principal atividade econômica do município. “Eu trago meu abraço sincero para todos vocês, que são os maiores conhecedores das obras que executamos na cidade”, informando que, no dia 02 de julho, será inaugurada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Baianão e que a saúde do município já é a melhor do Extremo Sul da Bahia, tendo ultrapassado a de Teixeira de Freitas, referência anterior no quesito. “No Hospital Municipal, o antigo Hospital da Unimed, mais de 600 cirurgias já foram feitas”, frisou o gestor.

Abade reiterou o seu compromisso de combater o transporte clandestino. “Somos terminantemente contrários a esse tipo de transporte, porque não é legalizado e também porque a cidade está concorrendo para ser uma sub-base da Copa do Mundo de 2014, tendo em vista que essa questão faz parte das discussões em torno do assunto”, ressaltando que o transporte de pessoas também pode ser compreendido como segurança pública, o que requer conformidade com a legislação. “Estamos do lado da classe dos taxistas, pois estão legais e não podemos apoiar nenhuma forma de ilegalidade. Não podemos permitir que motoristas inabilitados e até mesmo menores, de 16 ou 17 anos, conduzam pessoas”, enfatizou o prefeito.

Pedro Ivo Rodrigues

Fotos: João Cordeiro

Secretaria de Governo e Comunicação

Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Porto Seguro

2 comentários :

  1. Não entendo, transporte clandestino existe desde o início do governo de Abade e continua até com camiseta dos motoristas, é só parar nas avenidas do centro e ver a grande quantidade de carros despejando trabalhadores em carros , velhos e grande maioria pokemon. Mas só existe este transporte porque o coletivo além de caro, é muito ruim. E os taxistas já faz uns 2 ou 3 anos q ouvi dizer q tem lei aprovada para usarem taximetros ?? Estão ilegais também ??

    ResponderExcluir
  2. Pois é... Fica ai bem lembrado pelo anônimo (rsrsrs) os problemas que envolvem o assunto... Obrigada por comentar e visitar o Vitrine da Costa!

    ResponderExcluir

 
Top