No ano em que se festeja o centenário de Jorge Amado, a cidade de Ilhéus – cenário de algumas das principais obras do escritor – tem mais um motivo para comemorar. O município acaba de vencer o Concurso Cidade Baiana da Cultura 2012. O anúncio foi feito DIA 13 em Maragojipe – vencedora de 2011 – e que passou o título para a nova ganhadora. O segundo lugar ficou com Irará e a terceira colocação com Cachoeira. A festa de premiação contou com show de Jota Veloso.

A diretora de projetos da Fundação Cultural de Ilhéus (Fundaci), Anabel Mascarenhas falou da alegria de receber o título e sobre a riqueza cultural da cidade. “Ilhéus não é só Jorge Amado, é, também, na literatura, Adonias Filho, Telmo Padilha… Ilhéus é música popular de Saul Barbosa e clássica de Erick Magalhães, é teatro efervescente; é pintura e escultura de Goca Moreno; é Afro; é Capoeira; I é praia e sol e muito mais. E Ilhéus espera todos vocês para conhecerem tudo isso de perto!”, afirmou.

As cidades finalistas foram: Alagoinhas, Cachoeira, Caculé, Conceição do Coité, Ilhéus, Irará, Jacobina e Santo Amaro. Dentro da política territorial adotada pelo Governo do Estado, elas representam os sete Territórios de Identidade da Bahia: Agreste de Alagoinhas, Recôncavo, Sertão Produtivo, Sisal, Litoral Sul, Portão do Sertão e Piemonte da Diamantina. Iniciativa da Expo Eventos, o concurso tem apoio das Secretarias de Cultura e de Turismo do Estado e este ano chega a sua terceira edição. A primeira cidade a ganhar o concurso foi Rio de Contas e depois Maragojipe.

A difícil missão de escolher a cidade vencedora coube a uma Comissão composta por cinco membros: Ramon Rocha, do Ministério da Cultura; Saliha Rachid, da Secretaria de Cultura do Estado; Taís Viana, da Secretaria de Turismo do Estado; Soraya Sena, do Fórum Estadual de Turismo, e Carlos Firmo, da ONG Hand Social, representando a sociedade civil. Os membros da comissão se encontraram durante três dias na sede da Expo Eventos, idealizadora do concurso, para deliberarem sobre quem seria o vencedor de 2012. “Foi uma escolha difícil porque todas as cidades eram fortes concorrentes”, afirma Cleber Menezes, um dos coordenadores do concurso.

Iniciativa da Expo Eventos, o concurso tem apoio das Secretarias de Cultura e de Turismo do Estado e este ano chega a sua terceira edição. A primeira cidade a ganhar o concurso foi Rio de Contas e depois Maragojipe. Ambas admitem a importância do título. “Este selo é um rótulo positivo para a cidade, pois dá visibilidade às diversas manifestações regionais”, afirma Sílvio Ataliba, prefeito de Maragojipe. Durante o tempo de vigência do projeto, a cidade recebeu cerca de 100 mil turistas, um aumento médio de 15% em relação aos anos anteriores.

O município eleito ganha todo apoio na produção e comunicação nas atividades que se estendem de junho deste ano até o Carnaval de 2013. “A partir de agora vamos dar a Ilhéus todo suporte profissional no sentido de planejar, organizar, realizar e dar maior visibilidade, fazendo com que as manifestações populares, festas e tradições locais se tornem mais conhecidas, na Bahia e no Brasil”, afirma Cleber Menezes.

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top