Ações implementadas desde maio buscam sensibilizar a população sobre a prática da higiene para melhoria da qualidade de vida.


A Secretaria de Saúde de Porto Seguro promoveu, neste mês de junho, o I Fórum sobre Higiene e sua Intersetorialidade, no Auditório da Atenção Básica, com a Equipe de Saúde da Família do bairro Gravatá e o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf Baianão), em parceria com diversas instituições como projeto Musicart, CDL, Conselho Local de Saúde, Pastoral da Criança, administradores de bairro e escolas.

As ações, que vêm sendo implementadas desde o mês de maio (reuniões e capacitações) têm o objetivo de sensibilizar a população em geral sobre a necessidade da prática da higiene adequada para melhorar a qualidade de vida. Uma proposta que se soma ao processo de qualificação da Estratégia Saúde da Família (ESF), com a perspectiva de discutir os conceitos, pressupostos e diretrizes do SUS e da Atenção Básica a partir do cotidiano das equipes.



Higiene e sua Intersetorialidade

Estudos mostram que as medidas de maior impacto na promoção da saúde de uma população estão relacionadas à melhoria dos padrões de higiene e nutrição da mesma. Muitas doenças infecto-contagiosas existem devido aos baixos padrões de higiene. A higiene é um conjunto de conhecimentos e técnicas para evitar essas e outras doenças, promovendo a saúde e o bem-estar; e compreende cuidados pessoais, como hábitos de limpeza e asseio com nosso corpo (banho, lavar as mãos, higiene da boca), além de cuidados como dormir, fazer exercícios físicos e praticar esportes; higiene coletiva (saneamento básico, cuidados com o meio ambiente); higiene mental (trabalho, estudos, descanso, diversão); higiene ambiental (não jogar lixo no chão, nas ruas, nos rios, usar lixeiras adequadas, não rabiscar paredes ou pichar muros, evitar água parada em vasos, garrafas vazias e pneus velhos, abrir as janelas para a circulação de ar no ambiente); higiene alimentar (ingerir alimentos que estejam bem cuidados; através da ingestão de alimentos mal preparados ou mal cozidos podemos contrair doenças e verminoses).

Iniciativas

Por meio de um cronograma estabelecido entre os parceiros, a ideia é dividir atribuições que incentivem as boas práticas de higiene, como a coleta seletiva de lixo e o seu envio para uma cooperativa de catadores, a disponibilização do lixo no horário da coleta, a criação da cartilha do estudante consciente, a difusão dos direitos e deveres como conceito de cidadania, mutirões de limpeza, cuidado com os animais domésticos, notificações de esgoto a céu aberto, manutenção do patrimônio; disponibilização de lixeiras nos distritos, palestras na comunidade, conscientização sobre os perigos do lixo biológico (medicamentos fora da validade), peças publicitárias incentivando hábitos de higiene e divulgação nos meios de comunicação.

Dentre as ações planejadas está a realização do Dia “D” com todos os parceiros, quando haverá uma caminhada que vai percorrer algumas ruas do bairro Baianão.



Alexandra Soares

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Saúde de Porto Seguro

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top