Claro, Vivo, TIM, Oi, TV Filme (Sky) e Sunrise (recém-adquirida pelo megainvestidor norte-americano George Soros) apresentaram nesta terça-feira, 5, suas propostas à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para participar do leilão de frequências da quarta geração (4G) da telefonia móvel - que oferece velocidades médias de 100 Gbps, equivalentes à da banda larga via fibra óptica - e também para oferecer cobertura móvel nas regiões rurais.

O preço mínimo das outorgas dos 273 lotes de faixas de 2,5 GHz (4G) e das faixas de 450 MHz (telefonia móvel rural) é de R$ 3,8 bilhões. Esse é o primeiro passo para as empresas se credenciarem a participar do leilão, que acontece na próxima terça-feira, dia 12. Se a documentação for considerada válida pela Anatel, essas empresas poderão disputar as faixas de frequência.

4G

A empresa que conquistar as faixas da 4G, como é usual quando se trata de leilão de faixas do espectro, terá que cumprir metas: até abril de 2013, por exemplo, essa operadora deverá cobrir todas as cidades-sede dos jogos da Copa das Confederações - Fortaleza, Recife, Salvador, Brasília, Belo Horizonte e Rio de Janeiro - e, até dezembro de 2013, a 4G deverá cobrir todas as sedes e subsedes da Copa de 2014. São 12 as cidades-sede para a Copa do Mundo: Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Recife e Salvador.

E. no ano da Copa, até maio de 2014, todas as capitais e cidades com mais de 500 mil habitantes deverão estar cobertas com 4G. Em 2017, a cobertura deverá se estender por todas as cidades com mais de 30 mil habitantes e, por fim, em 2019, todos os municípios deverão receber a quarta geração de telefonia móvel.

Telefonia móvel rural

A competição pela faixa de telefonia móvel rural será conquistada pela empresa que oferecer o menor preço a ser pago pelo usuário. A Anatel fixou o preço máximo de R$ 30 (100 minutos de voz) e de R$ 32 (dados, com conexão de 256 Kbps). As metas são mais simples do que as previstas para a 4G: cobertura de 30% de todos os municípios até junho de 2014 (mês do início da Copa do Brasil) e de 100% até dezembro de 2015.

Se não houver proposta para as faixas rurais, a Anatel estabeleceu que o serviço deverá ser prestado pela(s) empresa(s) que vencer o leilão da 4G.

Meio e Mensagem

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top