Apresentações Zouck, forro, afro, jazz, gafieira, dança de rua (streetdance), axé e pagode baiano integram a primeira Mostra Coreográfica Dança Porto promete agitar o fim de semana com muita dança na Praça do Cambolo a partir das 18h. O evento é promovido pela Cia da Dança Swing’Art. A mostra tem direção artística do dançarino e coreografo Binho Neres.

A Mostra já tem confirmadas as participações de diversas companhias e equipes de dança de Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Eunápolis e Arataca dentre as quais: já confirmadas: Swing’Art Arataca, Pegada do Gueto, Tribahia, Explosão do Axé, Explosão do Axé Cabrália, Swingueira Gostosa, Stilo Black, Planet Zouk e Bailarico. O evento tem ainda o objetivo de mostrar o potencial de Porto Seguro e região para a atividade de dança em suas mais diversas modalidades.

A Direção Artística
A direção artística da Mostra é de Binho Neres, que possui um histórico ligado a dança desde 2001, começou em um projeto de danças baianas e africanas onde atuou durante seis anos. Também participou de outras equipes como Banda Expressão do Forró, Cia de Dança Kebr'art, Cia de Dança Spirit Dance, Cia Art Molejo, Planet Zouk, e Nairo Ramos e cia. Em 2007 com a ajuda de um parceiro de dança cria a Cia de Dança Swing’Art a qual hoje é Coreografo e Professor. Conjuntamente com as ações da Cia de Dança, também é backing vocal e dançarino da Banda Los Mutchatchos e como ator no espetáculo Os 3 Preguiçosos e membro da Cia de Teatro Na Arte a Verdade.



Acredito que faremos um bom evento nesse domingo e é preciso incentivar mais esse contato da arte com o público, Não adianta cada um ter a sua arte e ficar para guardada, é preciso levar a população a conhecer isso. O artista tem que estar aonde o povo está. Escolhemos uma praça para a Mostra Coreográfica, justamente para que o povo tenha toda possibilidade de contato possível com a dança. Cultura em Porto tem que estar próxima ao povo. Afirma Binho Neres.

Cia de Dança
O Projeto Cultural Swing'Art foi criado em 2006, por Binho Neres e Jhonny Lima. A iniciativa teve como objetivo levar a cultura para uma camada da população que não possui meios de acesso a tais manifestações artísticas. Hoje o Swing’Art possui mais de 200 alunos que variam de 12 a 43 anos.

O Swing’Art sempre faz apresentações para a comunidade e também apresentando-se em vários concursos e eventos e possui como premiações: 1º lugar no Concurso Intermunicipal de Itapemirim; 2º Lugar no Concurso Regional Axé Moi; 2º Lugar na Gincana Regional Axé Moi.

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top