Diretores e Gerentes da Coelba receberam jornalistas de Porto Seguro
para uma Coletiva à Imprensa no Hotel Solar do Imperador

Após a Coletiva um delicioso almoço confraternizou os presentes

No último dia 30, a COELBA (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia) através de sua diretoria e gerências local e regional, recebeu a imprensa de Porto Seguro para uma coletiva abordando assuntos de interesse da comunidade. Estiveram presentes o superintendente de Engenharia, Sérgio Mello; o gerente de Comunicação Corporativa e Sustentabilidade, André Gondim; a gerente de Atendimento, Marilane Silva e o novo gerente de Atendimento da Regional, Paulo Vieira além de alguns representantes da imprensa de Porto Seguro e da CDL na pessoa de sua presidente Cecília Shizue Nakamura e sua assessoria de imprensa. Na ocasião, foram informados os investimentos que a empresa vem realizando na Bahia e, particularmente, em Porto Seguro e região, além de dados sobre a Tarifa Social de Energia Elétrica. Seguem os releases enviados pela COELBA na íntegra.

Coelba informa: 11.095 famílias de Porto Seguro 
ainda estão sem desconto na conta de energia 
concedido pelo Governo Federal 

A Coelba chama atenção dos 11.095 clientes de Porto Seguro que ainda não recadastraram seu NIS (Número de Identificação Social) na concessionária e, por causa disso, perderam o direito à Tarifa Social de Energia, benefício do Governo Federal que concede descontos de até 65% na conta de energia. A variação no valor da conta de energia de quem perdeu o benefício pode chegar até a 310%.

Com as novas regras para concessão da Tarifa Social de Energia Elétrica, estabelecidas pelo Governo Federal, só têm direito ao desconto os consumidores que possuírem renda familiar mensal de até meio salário mínimo por pessoa e apresentarem o NIS à Coelba. Aqueles clientes que não possuírem NIS, devem primeiro procurar a prefeitura do município, através da Secretaria de Ação Social, para inscreverem-se no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal (CadÚnico), e, após obter o NIS, apresentá-lo à Coelba.

Na Bahia, 1,3 milhão de famílias deixaram de contar com a Tarifa Social de Energia. Vale ressaltar, no entanto, que os clientes que perderam o benefício podem voltar a receber o desconto da Tarifa Social, caso regularizem a documentação junto à concessionária. No entanto, não haverá ressarcimento pelo período em que permanecerem descadastrados.

Além do desconto na conta, a Tarifa Social confere prioridade para a participação nos projetos de eficiência energética da Coelba, a exemplo da doação de geladeiras e lâmpadas econômicas. Esses projetos têm como objetivo a redução do consumo de energia e a consequente adequação da conta à capacidade de pagamento dos clientes de baixa renda.

Tarifa Social – Entenda o que é e quem tem direito

A Tarifa Social de Energia Elétrica é um benefício instituído em Lei Federal para atender às famílias de baixa renda, que vinha sendo concedido automaticamente para todos os clientes de unidades residenciais monofásicas que apresentassem média móvel de consumo dos últimos 12 meses menor que 80 kWh e menos de dois registros de consumo acima de 120 kWh no mesmo período. Para as faixas de consumo médio dos últimos 12 meses de 80 kWh a 220 kWh, a Tarifa Social só era concedida com o cadastro do NIS ou com apresentação de autodeclaração, regulamentada pela Resolução Aneel nº 485/2002.

Com a nova lei, o principal critério para concessão do benefício passa a ser a renda do consumidor, e não mais o consumo. Assim, desde 1º de dezembro de 2010, a nova legislação garante o direito ao benefício aos:

· Clientes residenciais com NIS e renda familiar de até ½ Salário Mínimo por pessoa;

· Clientes residenciais com portadores de doenças que fazem uso continuado de aparelhos elétricos para preservação da vida com renda familiar de até três Salários Mínimos e que tenham NIS;

· Clientes residenciais usuários do Benefício de Prestação Continuada (BPC): Idoso a partir de 65 anos ou portadores de necessidades especiais amparados pela Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) e com renda familiar de até ¼ do Salário Mínimo por pessoa com Número de Identificação do Trabalhador (NIT) / Número do Benefício (NB);

· Índios e quilombolas com NIS.



Coelba realiza 801 inspeções e detecta 
345 irregularidades em Porto Seguro 



A Coelba, empresa do Grupo Neoenergia, vem realizando uma operação especial em toda a Bahia com o objetivo de garantir a segurança do sistema elétrico, minimizar a prática dos “gatos” e conscientizar a população sobre os riscos e os prejuízos decorrentes da prática. O “gato” de energia é crime estabelecido no artigo 155 do Código Penal, com pena prevista de um a oito anos de prisão.

Em Porto Seguro, a concessionária realizou 801 inspeções até setembro deste ano e detectou 345 irregularidades, ocasionando uma perda equivalente a R$2,3 milhões. Com isso, o estado deixou de arrecadar R$ 638 mil através do ICMS.

O combate às ligações irregulares também tem o objetivo de garantir a segurança do sistema elétrico, uma vez que com as fraudes muitos consumidores são prejudicados com a sobrecarga de energia, que interfere na qualidade do fornecimento. As pessoas que fazem o “gato” também correm sério risco de morte ao tocar na rede porque estão sujeitas a sofrer choque elétrico. Além disso, os comerciantes que cometem o crime competem de forma desleal com os empresários honestos.

Para combater essa prática ilegal, a Coelba tem investido em campanhas educativas, ampliação de equipes, operações de inspeção, blindagem de medidores e regularização das ligações clandestinas. Para 2012, a empresa programou R$ 50 milhões em ações para redução do furto de energia elétrica. Hoje, cerca de 300 equipes, especializadas em detectar ligações clandestinas, estão atuando em toda a Bahia.

Balanço 2011 - Na Bahia, em 2011 foram realizadas 138,6 mil inspeções, que resultaram na detecção de 95,5 mil irregularidades. As perdas da Coelba com a prática ilegal foram de aproximadamente R$ 218 milhões. O Governo do Estado, e consequentemente toda a sociedade, também perde com o furto de energia: cerca de R$ 60 milhões deixaram de ser arrecadados em ICMS, em 2011. Em Porto Seguro, 2.402 inspeções foram realizadas em 2011, resultando na identificação de 1.145 irregularidades, que resultaram numa perda de 8,4 mil MWh. Com isso, a Coelba, deixou de arrecadar R$ 2,3 milhões e outros R$ 645 mil deixaram de ser repassados ao estado através do ICMS.



Coelba investe em Porto Seguro e região 



A Coelba, empresa do Grupo Neoenergia, está investindo em empreendimentos com o objetivo de aumentar a oferta e dotar de maior qualidade e confiabilidade o fornecimento de energia elétrica na Bahia. Só este ano, em Porto Seguro e regional, já foram investidos no primeiro semestre mais de R$ 29,4 milhões em obras e ações que estão beneficiando ao município e cidades circunvizinhas. Esses valores fazem parte do investimento recorde de R$ 1,3 bilhão que a empresa está realizando em 2012 com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento social e economicamente sustentável da Bahia.

Em Porto Seguro, foram investidos no primeiro semestre deste ano R$ 3,7 milhões. Deste valor, cerca de R$ 3 milhões foram destinados à expansão e renovação das redes de distribuição de energia, além da automação de equipamentos. Alem disso, a empresa ampliou o horário de atendimento das turmas de emergência em Porto Seguro, Arraial D´Ajuda, Santa Cruz de Cabrália e Belmonte e adicionou mais uma turma de linha-viva, técnica que permite realizar intervenções na rede elétrica sem que haja necessidade de interromper o fornecimento aos consumidores, tudo isso com o objetivo de oferecer mais rapidez ao atendimento das ocorrências. Em 2011, a Coelba investiu R$ 57,7 milhões nesta regional, sendo que, deste valor R$ 9,3 milhões foram destinados diretamente a Porto Seguro.

Para 2013, já estão programadas ações de reforço para os sistemas que atendem a Arraial D´Ajuda e Trancoso. Em Arraial, circuitos serão substituídos por condutores isolados e será construída a quarta alternativa de suprimento ao local, ações que representam investimentos da ordem de R$ 640 mil. Já Trancoso, até junho de 2013 ganhará duplo suprimento de energia, obra orçada em R$ 1,6 milhão. Essas ações significam maior confiabilidade ao fornecimento.

Para prevenir interrupções no fornecimento de energia, a Coelba também investiu em ações de manutenção, a exemplo de podação, substituição e instalação de equipamentos, e realização de inspeções, utilizando, para isso, equipes de linha-viva.

Novas ligações na cidade e no campo - Este ano, a empresa tem a previsão de investir cerca de R$ 11 milhões para a ligação de mais de 10 mil novos consumidores na área urbana em toda regional que envolve Porto Seguro. Em 2011, foram realizadas 11,4 mil novas ligações em área urbana nesta região, o que significou um investimento de quase R$ 12 milhões. Especificamente na cidade de Porto Seguro, foram investidos R$ 2,1 milhões para a ligação de 2,4 mil novos consumidores. Em 2012, a previsão é que R$ 1 milhão sejam destinados pela empresa para ligação de mais 2 mil consumidores da área urbana.

A Bahia é o estado com o maior número de ligações do Programa Luz para Todos. Desde que foi lançado, em 2004, já foram realizadas mais de 480 mil ligações na área rural. A Coelba e os governos Federal e Estadual investiram cerca de R$ 2,9 bilhões na iniciativa, beneficiando cerca de 2,2 milhões de moradores da zona rural. Em Porto Seguro e região, o Luz para Todos já recebeu um investimento de cerca de R$ 102,6 milhões, possibilitando a ligação de mais de 17 mil famílias da área rural.

Sobre a Coelba - A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia é a terceira maior distribuidora de energia elétrica do país em número de clientes e a sexta em volume de energia fornecida. Nestes mesmos termos, ocupa a primeira posição entre as concessionárias do Norte – Nordeste. Presente em 415 dos 417 municípios da Bahia, a Coelba atende a mais de 14 milhões de habitantes em uma área de concessão de 563 mil km2. Hoje, a empresa conta com mais de 5,1 milhões de clientes, sendo 88% destes, clientes residenciais.

Sobre a Neoenergia - O Grupo Neoenergia é o terceiro maior investidor privado do setor elétrico brasileiro, com investimentos de R$ 20,4 bilhões desde a sua constituição, em 1997, até 2011. Atua em geração, transmissão, comercialização e distribuição de energia – formado por 26 empresas em 12 estados do País.

Na distribuição de energia, é o maior grupo privado em número de clientes, com 9,5 milhões de unidades consumidoras na Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Na geração, também se destaca entre os maiores grupos do setor elétrico do país. Possui capacidade instalada de aproximadamente 1.553 megawatts (MW) e deve chegar a 4.050 MW até 2019.


Assessoria COELBA


0 comentários :

Postar um comentário

 
Top