Ainda dá tempo de participar das rodas de conversa e saber mais sobre as histórias e saberes de Mãe Ilza Mukalê, líder religiosa e ícone do Candomblé Angola-Congo em Ilhéus. Esta é a última semana do projeto, que será encerrado com grande festa no sábado, a partir das 20h, na sede do Dilazenze, no Alto da Conquista, com as atrações: Samba de Gueto, Grupo Ky Dance e Orquestra Gongombira e Kebra Gueto. A entrada é franca.

As rodas de conversa visam promover, registrar e difundir a tradição oral do Candomblé Angola-Congo. Os interessados podem comparecer ao Terreiro de Matamba Tombeci Neto nesta sexta, às 19h, e participar do encontro cujo tema abordado será: “Mãe Ilza Mukalê e o Tombeci Neto: Uma história feita de movimentos negros”, com a presença da palestrante Profª Drª Ana Cláudia Cruz da Silva, da Universidade Federal de Niterói (RJ).

No sábado, às 15h, a última roda de conversa terá como tema: “A música das religiões de origem africana no Brasil”, com a presença do palestrante Marinho Santos, Tata Luandenkossi, militante do movimento negro e membro do Terreiro de Matamba Tombeci Neto.

Ao todo, são oito encontros que servirão de base para produzir uma cartilha sobre as temáticas abordadas por ela nas rodas de conversa, a fim de oferecer conteúdo didático e contribuir para a aplicação da Lei 11.645, que visa incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. Também será realizado um registro audiovisual dos encontros, em formato de DVD, que acompanhará a cartilha impressa.

Ao longo dos encontros, foram trabalhados, oralmente, diversos elementos da tradição da nação angola do candomblé, como: Histórias e lendas dos Nkissis; as danças; os ritmos; as músicas; a culinária; a indumentária e os adereços adotados nessa religião; conhecimentos sobre a natureza, plantas e medicina tradicional; história e atuação do Terreiro de Matamba Tombenci Neto; dentre outros temas.

Esta é uma realização do Terreiro de Matamba Tombenci Neto e da Organização Gongombira de Cultura e Cidadania. Este projeto foi contemplado pelo Edital nº 07 / 2012 - Culturas Identitárias - da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. Mais informações em: www.maeilzamukale.blogspot.com

Ascom Tacila Mendes

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top