Paparazzi do La Torre Resort “A cada click, um sorriso, e para nós é bom fotografar felicidade, é gratificante para o nosso trabalho, o turista confere a foto no tablet conectado via Wi Fi, se gostou é só encostar a pulseirinha e a imagem vai direto no perfil Facebook dele, para mostrar as férias em tempo real, se não gostou é só tirar outra, mudar de fundo, ou escolher uma luz melhor”. Quem conta é João Ricardo, o moderno Paparazzi do La Torre Resort da Praia do Mutá de Porto Seguro-BA. No setor do turismo, ele não caça celebridades, a qualquer custo, mas busca retratar a felicidade das férias, eternizar momentos agradáveis. “O Paparazzi do La Torre é diferente”, ressaltou o diretor geral Luigi Rotunno, “ele coloca no ar as fotos de suas férias com agilidade mantendo o conforto do hóspede”.




Os primeiros Paparazzi, os retratados por Federico Fellini no filme “La Dolce Vita”, e que deram origem à palavra “Paparazzo”, palavra corriam atrás das celebridades com suas Rolleiflex e Leica, os relâmpagos dos enormes flashes “congelavam” os artistas, em seus filmes preto e branco. Como alvo das lentes os famosos, e seus mais novos “casos amorosos”. O moderno Paparazzi do La Torre Resort, porém, não busca sensacionalismo, mas usa seu entusiasmo e comunicabilidade para interagir com os hóspedes, mostrar os panoramas mais bonitos para tirar a foto, juntar o grupo, ou casal, um sorriso, um click num tablete on line, mostrar a foto e, se agradou, o hóspede já posta em seu Facebook, da praia mesmo, sem interromper seu descans para procurar um computador ou uma conexão.



João Ricardo Benfica Conceição é baiano de Porto Seguro, tem 31 anos e tira uma média de 170-200 fotos por dia, em volta das piscinas do La Torre Resort, no Percurso de Arvorismo, mas principalmente na Praia em frente ao Resort. “a praia do Mutá é linda com sua, enseada cheia de vegetação, ao norte e ao sul, sempre há um barquinho, ondas azuis, tudo rende boas fotos, a praia é um sucesso de fotos”, explica Ricardo, o “hóspede só precisa de um minuto para fazer o cadastro da pulseira com o sistema ObaTag, porque as fotos só vão para o perfil dele do Facebook, depois disso é só me aturar, afinal de contas sou um Paparazzi!”.

Aturar não parece a palavra certa, uma vez que o Paparazzi é muito procurado, todo mundo, entre uma cerveja gelada, um salgado e uma água de coco, quer uma foto, uma lembrança das férias, da praia do Mutá de Porto Seguro ensolarada para compartilhar e, porque não, matar de inveja os amigos que estão no trabalho. Perguntado se a fotografia é mais procurada pelos homens ou pelas mulheres, Ricardo não tem dúvidas: “Pelas mulheres, que ainda tem todo o cuidado de pedir o corte mais conveniente nas fotos”. Depois da simpática conversa, deixamos Ricardo, um casal está chamando-o: “Paparazzi, por favor, tire uma foto da gente!”



Antonio Alberghini / Mídia Mutá

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top