O Brasil deve receber cerca de 14 mil nesta temporada


A temporada reprodutiva da espécie já teve início e estima-se que aproximadamente 14 mil baleias jubarte cheguem à costa do Brasil para se reproduzir, amamentar e cuidar de suas crias. 


Elas podem ser avistadas do Rio Grande do Norte ao Rio Grande do Sul, mas os principais pontos de permanência destes animais são os estados da Bahia e do Espírito Santo, a destacar Abrolhos, extremo sul baiano e norte do ES.

Apesar dos milhares de quilômetros que separam a Antártida da América do Sul, mais precisamente do Brasil, as exuberantes baleias jubarte se deslocam todo ano para as águas tropicais do litoral brasileiro com o objetivo de se reproduzir. O maior berço reprodutivo fica em Abrolhos, região costeira do sul da Bahia. Durante a temporada, de julho a novembro, é possível observar esses gigantescos e encantadores animais por meio do turismo de observação de baleias, o whalewatching. Quem quiser avistar uma baleia jubarte de perto, pode fazer um cruzeiro em vários pontos da Bahia, basta fazer contato com uma operadora parceira: http://migre.me/fooOr



Enquanto turistas se preparam para ver as baleias jubarte de perto, em cruzeiros de turismo, o Projeto Baleia Jubarte, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Ambiental, intensifica suas ações de pesquisa e de resgate. É comum neste período do ano o encalhe de jubartes em várias partes da costa brasileira.
No caso de encalhe: o Programa de Resgate do Projeto Baleia Jubarte, patrocinado pela Petrobras, tem um telefone de emergência que funciona 24 horas para atender os casos de encalhe de baleias, golfinhos, focas ou lobos-marinhos, vivos ou mortos.Ligações a cobrar também são recebidas. Praia do Forte: (71) 3676-1463 e (71) 8154-2131 / Caravelas: (73) 3297-1340.

Conheça mais sobre a atuação do Projeto Baleia Jubarte e o comportamento da espécie: www.baleiajubarte.org.br


Andréia Vitório
Jornalista / Assessora de Comunicação
Fotos: Instituto Baleia Jubarte/ Enrico Marcovaldi

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top