Vitrine da Costa


Constrangimento, desinformação, medo e preconceito podem ser fatores que ainda fazem com que o câncer de próstata seja o 6o. tipo de câncer mais comum no mundo. No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum, atrás apenas do câncer de pele. Sua taxa de incidência é cerca de seis vezes maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento.

“Mais do que qualquer outro tipo, o câncer de próstata é considerado um câncer de terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos”, explica o oncologista clínico, Fabricio Martinelli. Segundo Martinelli, o mais importante para a redução desses números alarmantes, seria a prevenção e diagnóstico precoce, principalmente através do toque retal anual (a partir dos 40 anos nos pacientes com fatores de risco, como história familiar positiva para este tipo de câncer) e dosagem do PSA sanguíneo, pois esse tipo de câncer é curável nos estágios iniciais.

“Os tratamentos mais modernos para câncer de próstata incluem novas abordagens de radioterapia, como Intensive Modulated Radioterapy (IMRT) e novas manipulações hormonais”, aponta Martinelli. Segundo o médico, as opções de quimioterapia, na doença avançada, também evoluíram positivamente. Outro ponto segundo Martinelli, é que a cirurgia para próstata, procedimento que sempre foi considerado bastante invasivo, agora conta com a ajuda da robótica, tornando o procedimento mais preciso. Tudo isso vem a diminuir as seqüelas do tratamento da doença e a proporcionar uma longevidade, com maior qualidade de vida”, avalia Fabricio.

Alimentação e o Câncer

A relação entre câncer e fatores alimentares é complexa. Estudos têm demonstrado que frutas, legumes e verduras conferem proteção contra o câncer, principalmente de boca, faringe, laringe, esôfago, estômago, pulmão, pâncreas e próstata. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), frutas, legumes e verduras são alimentos ricos em vitaminas e minerais, excelente fonte de fibras, que ajudam a manter o corpo saudável e a fortalecer o sistema imunológico.

“É fato que uma dieta saudável, com pouca gordura animal e com diversidade de alimentos, em especial os ricos em licopeno possuem fator protetor sobre o câncer de próstata”, explica Martinelli. O especialista ainda afirma que a pessoa que tem uma alimentação saudável diminui a probabilidade de desenvolver qualquer tipo de câncer em longo prazo. “Isso não vale apenas para o câncer, evita ainda problemas cardiovasculares e uma série de outras doenças que estão associadas àquilo que ingerimos”, esclarece.

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top