Vitrine da Costa


Circuito Super Praia é sucesso, mas Arraial d´Ajuda precisa superar desafios para receber evento nos próximos anos

Dificuldades são operacionais, como a indisponibilidade de passagens aéreas

Foram oito dias de muita alegria e tranquilidade, com animadas competições esportivas, festas inesquecíveis e muita movimentação no Arraial d´Ajuda, numa época considerada de baixíssima temporada. O resultado do Circuito Super Praia Skol, realizado em duas etapas, de 17 a 20/04 e de 30/04 a 03/05, foi comprovado e mais que aprovado pelos empresários locais, que comemoraram o aquecimento da economia. Para os estudantes universitários, num total de quase 7 mil, de todos os cantos do país, ficou o desejo de voltar.

Como a estudante de Medicina da UFF (Universidade Federal Fluminense), Mariana Guilhermina, que transbordava de alegria com a vitória de sua equipe na final da disputa de pênaltis feminina. Foi a primeira vez que Mariana ergueu um troféu, mas essa não foi a sua estreia no Circuito Super Praia. “É difícil dizer qual foi o melhor, mas esse ano está tudo perfeito, as competições, a música, as festas, a organização. Acho que vou morar de vez aqui no Uíki”, brinca. E emenda: “esse é o melhor evento universitário que existe!”

Donos de hotéis, bares, restaurantes, enfim os diversos segmentos do turismo viram seu faturamento aumentar. Como o motorista do transporte alternativo, Anaildo dos Santos Nascimento. “Se não fosse esse evento, a gente estaria praticamente parado, porque turista não tem nessa época”, constata. Ele elogiou também o perfil do público. “O pessoal é muito educado e o clima de trabalho foi muito tranquilo. Foram dois eventos num período muito curto. Se tivesse mais eventos como este, seria melhor para todo mundo”, avalia.

Dificuldades operacionais

Acontece que, de acordo com a organização, mesmo com a excelente participação dos estudantes, especialmente na segunda etapa do Circuito, ainda não é possível adiantar se o evento - que possui 11 anos de tradição e é realizado também em Florianópolis (SC), Búzios (RJ) e Resort Ilha Formosa (ES) – voltará ao Arraial d´Ajuda nos próximos anos. Segundo Pedro Abreu, um dos sócios da CSP Tour, empresa mineira que realiza o Circuito, o maior entrave para trazer tanta gente dos quatro cantos do país é a falta de disponibilidade de assentos e o alto custo das passagens nos voos que pousam em Porto Seguro.

“Quando vamos decidir o local que irá receber o evento levamos em conta o voto do estudante, mas também os custos operacionais, que se forem muito altos, acabam inviabilizando a realização naquele destino”, explica. Ele ressalta que o público universitário, que muitas vezes vem de locais distantes, não quer mais viajar de ônibus. “A Prefeitura e a comunidade de Porto Seguro precisam trabalhar isso, pois se houver disponibilidade de voos, a cidade poderá receber esse e muitos outros eventos”, alerta. Pedro Abreu destaca que além de aquecer a economia na baixa temporada, o Circuito Super Praia apresenta o destino a um cliente com um perfil muito interessante, que poderá voltar enquanto estudante ou como futuro profissional, trazendo junto a família e os amigos.

“O Arraial d´Ajuda é um charme, mas a operação turística é difícil”, resume o diretor. Se depender do sucesso desse ano e da aprovação dos participantes, o evento volta e vem pra ficar. Entre os pontos positivos, Pedro Abreu destaca os elogios ao novo espaço do Uíki, na privilegiada praia do Parracho, e as novidades nas competições esportivas, como a corrida rústica, a disputa de pênaltis e os esportes náuticos, com stand up e caiaque. “Tudo isso vai motivando e incentivando os estudantes para a prática de esportes, porque as faculdades que participam vão se preparando cada vez mais para obter melhores resultados”, enfatiza. “Estamos sempre reinventando e nos próximos eventos vêm mais novidades por aí”, adianta. O que se espera é que elas cheguem até o Arraial d´Ajuda!

Assessoria de Imprensa

Hilda Rodrigues

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top