Vitrine da Costa


Curiosidades da Copa na Costa do Descobrimento: saiba mais sobre o funcionamento do Centro de Treinamento de Seleções de Porto Seguro, que recebeu a seleção da Suíça

Por Cyntia Farabotti

“A experiência de nos prepararmos para a Copa do Mundo em Porto Seguro foi estupenda. Hoje posso dizer a todos as outras delegações que a Suíça escolheu o melhor lugar do Brasil para Centro de Treinamento”. Foi dessa forma que o secretário-geral da seleção Suíça, Alex Miescher, se despediu da cidade de Porto Seguro neste domingo, 29/6.

Instalados no hotel La Torre, na Praia do Mutá, desde o dia 7/6, utilizando o Estádio Municipal de Porto Seguro como local dos treinos, e o Porto Seguro Praia Resort como Centro de Mídia, a delegação suíça fez questão de agradecer todo apoio recebido pelas autoridades municipais, iniciativa privada e principalmente pelo carinho da população local. “Desde o dia em que chegamos, nos sentimos em casa. Não conhecíamos esta região e hoje estamos indo embora com a sensação de que iremos voltar”, completou o assessor de imprensa, Marco Von Ah.

Mas para que o Centro de Treinamento de Seleções de Porto Seguro desse certo, muito trabalho foi realizado por diversos órgãos locais, que contaram com a coordenação e apoio da Comissão Local para Assuntos da Copa na Costa do Descobrimento, secretariada pelo Porto Seguro Convention & Visitors Bureau, que atua neste projeto desde 2011. “Muitos não acreditavam quando falávamos que a região poderia receber um time durante a Copa. Hoje a realidade é outra, conseguimos captar duas seleções e estamos felizes com o resultado e sucesso desta ação”, afirmou Patrícia Martins, superintendente do Porto Seguro Convention & Visitors Bureau.

Números expressivos

Para se ter uma ideia, a Suíça chegou em Porto Seguro no dia 7/6 e foi embora dia 29/6. Na chegada e na partida, uma verdadeira operação de guerra começou quatro horas antes de cada viagem com o transporte de 4,5 toneladas de equipamentos para treino, além de 1,5 tonelada de bagagem pessoal dos atletas.

Enquanto esteve na cidade, a Suíça treinou 17 vezes no Estádio Municipal e viajou para três jogos pelo Brasil. A cada deslocamento do time, era organizada uma escolta com 10 motos, 2 viaturas da Polícia Federal com 4 policiais em cada, 2 delegadas federais, 5 motoristas, 10 policiais militares dentro do comboio e mais 6 policiais militares e 6 guardas municipais que atuavam no entorno do estádio.

Em cada treinamento, o estádio era irrigado de hora em hora, e a grama era aparada todos os dias após os treinos. Nos vestiários, cada jogador tinha um armário com seu nome e contava com banheira de hidromassagem, camas para massagem e chuveiros aquecidos. Uma máquina de gelo consumia nada menos do que 100 quilos que eram utilizados para recuperação muscular dos atletas. “O que vimos e vivemos fica na história da cidade, é um marco para Porto Seguro e uma experiência única de trabalho e pessoal”, afirma Valéria Rodrigues, que foi o braço direito do time na cidade durante sua estada. Todas estas atividades foram coordenadas pela equipe da Comissão Local, através do Porto Seguro Convention & Visitors Bureau.

Divulgação sem precedentes

No Centro de Mídia instalado no Porto Seguro Praia Resort, 110 jornalistas internacionais acompanharam as 18 entrevistas coletivas realizadas em um espaço preparado especialmente para este fim. Os jornalistas nacionais e locais também marcaram presença e chegaram a cerca de 50 participantes. Uma curiosidade foi a realização de uma coletiva à beira-mar, na barraca de praia do hotel La Torre, que mostrou originalidade e disposição para inovar por parte da equipe.

Os números de veiculação na mídia são expressivos. Ao todo, 4 milhões de pessoas estão assistindo a Copa do Mundo. O Brasil está recebendo 16 mil jornalistas e esta Copa já se caracteriza pelo destaque nas redes sociais, cuja audiência superou a marca de 150 milhões de pessoas, número superior a todo mundial de 2010. “Sabemos que ainda vamos colher muitos frutos desta divulgação sem precedentes”, considerou Patrícia Martins.

Lazer a diversão

E para não dizer que tudo foi só trabalho, os jogadores suíços deram um show de simpatia com os hóspedes do hotel La Torre, onde circulavam à vontade, tiravam fotos e atendiam fãs. As areias da Praia do Mutá também receberam os jogadores para caminhadas, corridas e banhos de mar.

Nas noites livres, os jogadores fizeram questão de conhecer o charmoso distrito de Arraial D’Ajuda e visitaram as festas nas cabanas de praia do Axé Moi e do Tôa Tôa. “Gostei muito daqui, levarei boas lembranças”, disse a estrela do time, Shaqiri, jogador do Bayern de Munique, e autor dos três gols que levaram à Suíça à chegada nas oitavas-de-final.

“Com a partida da equipe, fica a torcida e o agradecimento da nossa cidade, que teve a honra de receber este time. A partir de agora começa nosso trabalho de atuar junto a este potencial mercado emissor aberto pela permanência da seleção aqui através de ações mercadológicas e de promoção e marketing”, finalizou Patrícia.





Comissão Local para Assuntos da Copa na Costa do Descobrimento

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top