Vitrine da Costa


Femadum lota ruas do Pelourinho

Festival de música afro reuniu várias atrações no largo do Pelourinho e contou com mais de dez mil pessoas no local


O público atendeu ao chamado do Olodum. Mais de dez mil pessoas estiveram nas ruas do Pelourinho e do Carmo para prestigiar mais uma edição do Festival de Músicas e Artes Olodum – Femadum. O evento que aconteceu no último sábado e domingo, dias 17 e 18 de janeiro, reuniu diversas atrações como Samba de Roda Urbano, Escola de Samba Unidos de Itapuã, Marquinhos Marques, Edu Casa Nova e Edy Vox, além da atração internacional Ramiro Naka. O Femadum é um evento no qual o Olodum apresenta as canções de trabalho que irão compor o repertório da banda no Carnaval 2015.

Este ano, o grupo mostrou as canções “Lalibela Olodum”, composição de Alisson Lima e Angelo Lima, “O Timkat da Etiópia”, de autoria de Adailton Poesia, e “Começo da História” que tem Diggo de Deus como compositor, primeira, segundo e terceiro lugar. O final de semana também foi de homenagens. O grupo entregou o troféu Samba Reggae para nomes como o ator Antônio Pitanga, pelo conjunto da Obra do artista, no teatro, televisão e cinema e, em especial pela sua participação no “O Pagador de Promessas”, o engenheiro de som e produtor Filipe Cavalieri, pelo apoio dado ao Olodum, Eunice Rodrigues,​(N​il​)​, e Maria Auxiliadora Régis Dias, Dora Dias, pelo trabalho realizado no grupo, e Lucinha do MST, pelo trabalho realizado na Promoção da Igualdade Racial e de gênero.


No evento também apresentou um pouco mais sobre o tema e conteúdo histórico do enredo do Carnaval do Olodum, que este ano será “Etiópia, A Cruz de Lalibela, O Pagador de Promessas”. O Femadum faz parte do projeto Música e Cultura Olodum e tem como patrocinadores a Caixa Econômica Federal, Petrobras e Governo do Estado através da Secretaria da Cultura.






0 comentários :

Postar um comentário

 
Top