Vitrine da Costa


Gestores da SecultBA participam de reunião com representantes dos Colegiados Setoriais das Artes


Mais um passo para o fortalecimento do diálogo entre a sociedade civil e o Governo do Estado, no campo da cultura. Na tarde desta quinta-feira, 19 de março, foi realizado no Conselho Estadual de Cultura da Bahia (CEC-BA) o primeiro encontro do secretário de Cultura do Estado, Jorge Portugal, com membros dos Colegiados Setoriais das Artes da Bahia: Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança, Literatura, Música e Teatro. A reunião se deu por convite do próprio secretário, reagindo ao anseio das classes e possibilitando o início desta importante relação política, ainda antes de serem iniciadas as reuniões regulares de 2015 destas instâncias oficiais de representação social dos setores artísticos baianos, previstas para começarem em abril.

O trabalho desenvolvido em parceria e a disponibilidade ao debate e à construção coletiva deram o tom da fala de Portugal, que reafirmou o compromisso com as diretrizes assumidas na gestão passada, e que devem ser fortalecidas nos próximos quatro anos. Ele foi seguido por Fernanda Tourinho, diretora geral da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), que apresentou aos presentes a sua trajetória profissional e suas perspectivas quanto à continuidade e fortalecimento das conquistas da política cultural na Bahia nos últimos oito anos.

O superintendente de Promoção Cultural (Suprocult), Alexandre Simões, também falou de sua história profissional e da tarefa de gerir o fomento à cultura no estado, reforçando, mais uma vez, o compromisso com a transparência, a participação da sociedade e a democracia dos processos. Por fim, o superintendente de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult), Sandro Magalhães, destacou o fato de a Bahia ter hoje legitimadas e consolidadas instâncias sociais de cultura. O secretário estava ainda acompanhado do Chefe de Gabinete da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), Luciano Pinho, e de toda a equipe de diretores e coordenadores da FUNCEB.

Após as falas oficiais, foi aberto o debate com os pronunciamentos e questões dos presentes: cerca de 70 pessoas lotaram a plenária do CEC-BA. Foram tratadas pautas sobre o orçamento da Cultura, a atual situação do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, as sistemáticas da política cultural e a necessidade de fortalecê-la no sistema público e político, o posicionamento dos novos gestores perante os setores artísticos, a função dos Colegiados Setoriais, a necessidade de fortalecer relações com a Secretaria do Planejamento (Seplan) e com a Secretaria da Fazenda (Sefaz), a necessidade de executar o Sistema de Informações e Indicadores em Cultura (SIIC) capaz de nortear as políticas vigentes, a Bienal da Bahia, entre outros temas.



Assessoria de Comunicação

Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – SecultBA

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top