Vitrine da Costa


(Ah lá lá lá lá Lamartine Babo pensas que eu não sei, nessa marchinha baba de quiabo, escorreguei...) trecho da música: “A Lamartine” de Armandinho Dodô & Osmar, que faz uma reverencia mais que justa e merecida a esse gênio da nossa música.

Lamartine Babo por Dodô e Osmar -  Adailton Souza



Lamartine de Azeredo Babo, mais conhecido como Lamartine Babo nasceu no Rio de Janeiro em 10 de janeiro de 1904 , e morreu aos 59 anos também no Rio de Janeiro em 16 de junho de 1963 e foi um dos mais importantes compositores populares do Brasil. Lalá como era chamado carinhosamente por todos, era auto-didata e criou lindas melodias resultantes de seu espírito criativo e versátil. Começou a compor aos catorze anos, e aos dezesseis anos, compôs a opereta "Cibele". Depois dedicou-se a músicas religiosas.

Entre suas composições esta umas das mais lindas músicas é “Serra da Boa Esperança”. Lamartine colecionou historias curiosas, entre elas uma muito conhecida, é que em 1949 compôs em um só dia compôs os famosos hinos dos considerados seis maiores e mais tradicionais times de futebol do Rio de Janeiro, sendo o primeiríssimo em seu coração o América FC , além de Vasco, Fluminense, Flamengo, Botafogo e Bangu. Outra historia curiosa aconteceu quando Lamartine foi aos correios enviar um telegrama, e o telegrafista bateu então o lápis na mesa em morse para seu colega: "Magro, feio e de voz fina". Lalá então tirou o seu lápis do bolso e bateu: "Magro, feio, de voz fina e ex-telegrafista, e caiu na risada, e o pobre do telegrafista não sabia onde enfiar a cara. 

Outra vez ao ser entrevistado por um repórter Lalá perguntou se a reportagem sairia naquele dia, e o repórter disse que não, porque naquele dia seria exibida uma entrevista com Tom Jobim, que acabara de chegar dos Estados Unidos. Então ele disse: "E rindo muito ele perguntou: Ah! Quer dizer que agora estou um tom abaixo?". Lamartine também adorava um trocadilho, e uma vez em uma entrevista afirmou: "Eu me achava um colosso. Mas um dia, olhando-me no espelho, vi que não tenho colo, só tenho osso".

Ouça a canção À Lamartine de Dodô e Osmar




 


Essa é apenas mais uma das tantas historias da nossa tão rica MPB. Valeu pessoal até a próxima!!!




Adailton de Souza é: Baixista, Violonista, Arranjador e Intérprete.
Contato: adailton.o.souza@hotmail.com Tel.: 9913-2299 / 9913-2299






0 comentários :

Postar um comentário

 
Top