Vitrine da Costa


SecultBA participa da 13º Semana de Museus, que acontece de 18 a 24 de maio com a temática “Museus para uma sociedade sustentável”


Em celebração ao Dia Internacional de Museus (18 de maio), o Conselho Internacional de Museus (ICOM) e o Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) promovem a 13º edição da Semana de Museus que acontece de 18 a 24 de maio, abordando a temática “Museus para uma sociedade sustentável”. Na Bahia, os museus da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), incluindo os espaços vinculados à Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (DIMUS/IPAC), participam com atividades voltadas ao tema proposto (veja programação completa abaixo). São eles: Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM), Centro Cultural Solar Ferrão, Museu Abelardo Rodrigues, Museu de Arte da Bahia (MAB), Museu Tempostal, Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica e Palacete das Artes – em Salvador -, além do Parque Histórico Castro Alves, em Cabaceiras do Paraguaçu.



A abertura oficial da 13º Semana de Museus na Bahia acontece na próxima segunda-feira (18/05), às 14h, no auditório do Museu de Arte da Bahia (MAB), localizado no Corredor da Vitória, em Salvador. O evento será aberto pelas boas-vindas do diretor do MAB, Pedro Arcanjo; seguida da apresentação do novo Projeto de Gestão de Museus e Espaços Culturais do IPAC, a ser feita pelo diretor do órgão, arquiteto João Carlos de Oliveira. Na ocasião, Oliveira apresentará a campanha de mobilização #Museu eu curto, que tem como objetivo aproximar a sociedade, incluindo pessoas de todas as faixa etárias, desses importantes espaços culturais.



Em seguida, o secretário de Cultura do Estado da Bahia e professor, Jorge Portugal, fará uma aula pública com a temática ‘Museu: um presente para o nosso futuro’. “Vou mostrar que o museu não está distante da nossa realidade, de nosso cotidiano. Na verdade, está mais perto do que a gente imagina. O que um estudante aprende em sala de aula tem uma grande relação com o que se vê num museu”, afirma Portugal. Estudantes do ensino médio da rede pública de ensino foram convidados para a aula. A abertura será encerrada com a apresentação da Orquestra Museofônica - proposta pedagógica musical composta por funcionários da Dimus/IPAC que tem como referência a Coleção de Instrumentos Musicais Tradicionais Emília Biancardi.



Este ano, a temática abordada tem como objetivo destacar o papel e a atuação dos museus diante do movimento de sustentabilidade através de seu desempenho, além de enfatizar a conscientização geral a respeito da importância de uma sociedade mais humanitária. Serão debatidos desde o modelo econômico e social às consequências da ação humana frente aos recursos oferecidos pelo nosso planeta, analisando a sustentabilidade sob a ótica ambiental, a econômica e a sociocultural.



“A Semana Nacional de Museus tem como objetivo promover a valorização do patrimônio cultural brasileiro, considerado como um dos dispositivos de inclusão social e cidadania, por meio do desenvolvimento e da revitalização das instituições museológicas existentes e pelo fomento à criação de novos processos de produção e institucionalização de memórias constitutivas da diversidade social, étnica e cultural do país. Com o tema proposto, os museus, reconhecendo que ao desempenhar o seu papel, podem despertar o seu público para a necessidade de uma sociedade menos consumista, mais solidária e que saiba aproveitar os recursos de uma maneira mais proveitosa”, explica Ana Liberato, diretora da DIMUS.



Segundo o IBRAM, a edição deste ano da Semana de Museus irá contar com a participação de cerca de 1.400 instituições que vão elaborar 4.570 eventos, distribuídos por 609 cidades de todas as regiões do país. O Nordeste é a segunda região mais envolvida, com 322 instituições inscritas. Os números marcam um recorde na realização do evento no Brasil, caracterizando-o como um dos países que mais celebram a data dedicada à importância dos museus no mundo inteiro.



Gestão de museus - Nesta semana comemorativa, está se consolidando a nova política de gestão de museus e espaços culturais do IPAC. "Desde março realizamos vistorias técnicas em todos os museus levantando demandas", diz o diretor geral do IPAC, João Carlos. Dentre as ações anunciadas estão as obras emergenciais do Passeio Público com investimento de R$ 240 mil e a parceria para segurança pública do local com o Comando da Polícia Militar.



A reforma do Passeio Público acontece até final de maio. "A partir de junho iniciamos o Projeto de Dinamização Artística de espaços culturais do IPAC, em parceria com a Fundação Cultural do Estado (Funceb) com atividades expositivas, dança e música, tendo como primeiros espaços beneficiados o Passeio Público, Palácio da Aclamação e o Museu de Arte da Bahia (MAB)", adianta João Carlos. Encontros estadual e nacional para Gestores de Museus e Curadores também estão previstos para o segundo semestre (2015), além do anúncio da Bienal da Bahia 2016.



Os equipamentos culturais do IPAC são formados pelo Passeio Público e o Aclamação, no Campo Grande; o MAB no Corredor da Vitória; Palacete das Artes, na Graça; e o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM), na Avenida Contorno. No Pelourinho, estão a Praça das Artes, o Museu Abelardo Rodrigues, o Tempostal, o Museu Udo Knoff e o Centro Cultural Solar Ferrão com a Galeria e várias coleções de arte. No interior da Bahia, estão o Museu Convento dos Humildes, em Santo Amaro; o Museu do Recôncavo, em Candeias; o Parque Histórico Castro Alves, em Cabaceiras do Paraguaçu e uma galeria de arte em Cachoeira.


Os museus DIMUS/IPAC/SECULT participam durante toda a semana, abrindo inclusive na segunda-feira (18/05):




Centro Cultural Solar Ferrão (e Museu Abelardo Rodrigues)

Visitação: segunda a sexta, de 12h às 18h. Sábado e domingo, das 12h às 17h

Entrada: gratuita

Rua Gregório de Matos, 45, Pelourinho, Salvador/ (71) 3116- 6743



Museu Tempostal

Visitação: segunda a sexta, das 12h às 18h. Sábado e domingo, das 12h às 17h

Entrada: gratuita

Rua Gregório de Mattos, 33, Pelourinho, Salvador/ (71) 3117-6383



Palacete das Artes

Visitação: segunda à sexta, das 13 às 19h; sábado e domingo, das 14 às 19h

Entrada: gratuita

Rua da Graça, 284, Graça - Tel: (71) 3117-6987



Museu de Arte da Bahia (MAB)

Visitação: segunda a sexta, das 13h às 19h; sábado e domingo, das 14h às 19h

Entrada: gratuita

Av. Sete de Setembro, 2340 – Corredor da Vitória – Tel: (71) 3117-6902



Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM)

Visitação: segunda a sexta das 13 às 19h; sábado e domingo, das 14 às 19h

Entrada: gratuita

Av. Contorno, s/n, Solar do Unhão - Tel: (71) 3117-6139



Parque Histórico Castro Alves

Visitação: segunda a sexta, das 9h às 12h e 14h às 17h. Sábado e domingo, das 9h às 14h

Entrada: gratuita

Praça Castro Alves, 106, Centro, Cabaceiras do Paraguaçu/BA - (75) 3681-1102



Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica

Atenção: O museu se encontra em processo de montagem de uma nova exposição de longa duração com peças do acervo, mas participa das atividades.

Rua Frei Vicente, 03, Pelourinho






Assessoria de Comunicação

Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – SecultBA

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top