Imagem da Logomarca da DOM Grupo Fleury - Ongs baianas de saúde concorrem a um total de R$80 mil


Ongs baianas de saúde concorrem a um total de R$80 mil



O Grupo Fleury anuncia a lista das 11 instituições contempladas pelo Projeto Dom, iniciativa voltada para a capacitação de ONGs da área da saúde no Rio de Janeiro, Bahia, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo. Ao todo foram 70 instituições inscritas. A capacitação acontece entre os dias 13 e 15 de junho na Universidade Corporativa do Grupo Fleury. O projeto possui três eixos temáticos: Dom de acolher, Dom de Transformar e Dom de Gerir.


As organizações foram avaliadas por uma comissão julgadora de acordo com os seguintes critérios: indicação clara de apoios, parcerias e de mobilização comunitária que evidenciem o impacto e relevância da organização na comunidade atendida; inovação em processos e práticas de gestão que indiquem o pioneirismo e diferenciação do trabalho da organização na comunidade em que está inserida; impacto direto do trabalho da organização na comunidade e abrangência.



Cada organização selecionada poderá enviar até dois representantes, que receberão material didático individualizado. Os representantes das ONGs participantes também desenvolverão um projeto prático que terá como base o conteúdo trabalhado no programa de formação e que será acompanhado por especialistas do Grupo Fleury. As três organizações que apresentarem os melhores projetos receberão um prêmio em dinheiro com valor total de R$ 80 mil. O primeiro lugar receberá R$ 50.000,00; o segundo, R$ 20.000,00; e o terceiro lugar, R$ 10.000,00.


Conheça as instituições selecionadas:


Bahia


· Grupo Vontade de Viver: grupo de apoio aos portadores de hepatites virais que visa contribuir para a redução das hepatites virais, no Estado da Bahia, mediante ações de prevenção, de estímulo à detecção e acompanhamento dos infectados.



· Núcleo de Apoio ao Combate do Câncer Infantil (NACCI): instituição sem fins lucrativos fundada em 27 de outubro de 1994 com o intuito de prestar serviços de apoio ao tratamento do câncer em crianças. O NACCI contribui para o aumento das expectativas de vida das crianças com câncer na Bahia. Abriga, apoia e protege crianças portadoras de câncer, oriundas de famílias de poucos recursos, residentes na capital e no interior do Estado.


São Paulo



· AAPQ - Associação de Apoio ao Projeto Quixote: uma Oscip sem fins lucrativos que atua na missão de transformar a história de crianças, jovens e famílias em complexas situações de risco por meio do atendimento clínico, pedagógico e social integrados, gerando e disseminando conhecimento.



· Hospital Amparo Maternal: composto por Maternidade e Centro de Acolhida, ambas geridas pela Associação Congregação de Santa Catarina (ACSC). A Maternidade, que atende exclusivamente ao Sistema Único de Saúde (SUS), realiza uma média de 600 partos por mês, sendo 70% deles partos normais. Modelo de boas práticas de humanização para a Secretaria Municipal de Saúde, o Amparo Maternal permite que o acompanhante permaneça com a parturiente em período integral, desde a admissão até a alta da mãe e do bebê, e não apenas nos horários de visitas, podendo optar pelo auxílio de suas doulas. O Centro de Acolhida, por sua vez, atende por meio do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), e proporciona abrigo provisório para gestantes em situação de vulnerabilidade e risco social, estendendo-se ao período pós-parto e ao filho recém-nascido. Promove trabalho social individualizado que favorece o processo de reconstrução de vida das atendidas e sua reinserção social, familiar e comunitária.




Hospital Oftalmológico de Sorocaba e Banco de Olhos de Sorocaba - Grupo BOS: O Banco de Olhos de Sorocaba é uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos, fundada em 1979. Buscando o desenvolvimento progressivo, tanto tecnológico como humano a fim de garantir atendimento primoroso à população, tornou-se referência na área de saúde. Está qualificado como Organização Social de Saúde – OSS para, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde do Estado de São Paulo, promover gestão em saúde. Dispõe de diretores voluntários que aliam sólida base à experiência empresarial, o que permite que sejam praticados seus valores institucionais. A marca BOS representa, portanto, um grupo com reconhecimento nacional e internacional médico-científico pelo bom desempenho nas áreas de Saúde, Ensino e Pesquisa.





· Se Toque - Instituto de Desenvolvimento Social: fundado em 2005 por Monica Serra, o Instituto Se Toque é uma organização sem fins lucrativos, qualificada como OSCIP, que atua na promoção da saúde por meio da educação, com foco no câncer de mama. Com o aumento da expectativa de vida, os fatores ambientais e a adoção de hábitos nocivos para a saúde, o número de casos de câncer tem aumentado assustadoramente em todo o mundo. E o câncer de mama não é exceção. Por isso o Instituto busca desenvolver estratégias e metodologias com o objetivo de contribuir para a redução na incidência e mortalidade pela doença, por meio de ações de educação em saúde.



· Viração Educomunicação: organização não governamental (ONG) de educomunicação sem fins lucrativos, criada em março de 2003. Recebe apoio institucional do UNICEF, UNESCO, ANDI - Comunicação e Direitos e Núcleo de Comunicação e Educação da Universidade de São Paulo (NCE/USP). Produz a Revista Viração, o site Agência Jovem de Notícias e outros materiais de comunicação, envolvendo jovens em seu processo de produção. Além de oferecer cursos e oficinas em comunicação popular e direitos humanos para jovens, educadores, grupos e comunidades em todo o Brasil.



Rio de Janeiro


·

ONG SOS DENTAL SOCIAL: fundada em 23 de junho 2008 com o objetivo de levar odontologia às comunidades carentes do Brasil e do Mundo. É uma organização não-governamental que visa proporcionar atendimento odontológico para as populações pobres. Esta ação só é possível porque a ONG SOS Dental tem um consultório portátil que permite que o paciente seja atendido em qualquer local. Isso significa que ajudam também as pessoas que têm dificuldades de acesso ao atendimento odontológico, como crianças e adolescentes em internatos, clínicas de reabilitação, creches, escolas, casas de apoio, instituições de caridade e grupos com dificuldades de locomoção.



Rio Grande do Sul


· Associação dos Portadores de Esclerose Múltipla de Santa Maria e Região (APEMSMAR): entidade sem fins lucrativos, reconhecida com o Título de Utilidade Pública Municipal e coordenada por pacientes e profissionais de saúde, luta pelos direitos dos portadores de Esclerose Múltipla.

Paraná


· Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional: promovem a saúde preventiva da gestante e do recém-nascido e a educação intelectual, motora e sensorial de pessoas com Deficiência Intelectual e Múltipla Deficiência.


Instituto Humanista de Desenvolvimento Social: instituição não-governamental, sem fins lucrativos, que, desde 2009, reúne voluntários interessados em atuar em prol de atividades que vão ao encontro dos Objetivos do Milênio. Sendo assim, desenvolve projetos que promovem mudanças pela informação, inclusão cidadã e oficinas nas áreas de assistência social, cultural, educacional, ambiental e de saúde. Em parceria com a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (FEMAMA) busca reduzir os índices de mortalidade por câncer de mama no Brasil. Neste sentido, o Instituto foca em disseminar informações sobre a doença, por meio de palestras, danças, oficinas, entre outras ações que colabore para a prevenção e conscientização da importância do diagnóstico precoce.


Sobre o Grupo Fleury


O Grupo Fleury é uma das maiores e mais respeitadas empresas de medicina e saúde do Brasil. Aqui, pessoas, conhecimento e tecnologia são pilares que sustentam o presente e constroem o futuro. Com 90 anos de história somos reconhecidos pela opinião pública e comunidade médica em virtude da excelência em serviços ao cliente, qualidade técnica e inovação.

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top