No mês de abril, voltado à prevenção e combate à hipertensão arterial, a Secretaria de Saúde de Porto Seguro, através do Programa de doenças crônicas (hipertensão, diabetes, obesidade e tabagismo), realizará diversas atividades nas unidades de saúde da família, em todo o município, tendo a finalidade de chamar a atenção da população para uma das doenças que, segundo levantamento da Sociedade de Cardiologia tem aumentado no mundo e levando a níveis maiores de patologias no Brasil, com os casos de acidente vascular cerebral e infarto do miocárdio.







A Campanha "12 por 8″, desenvolvida ao longo do ano, presente nas 39 equipes de saúde da família, pretende conscientizar a comunidade sobre os benefícios de manter a pressão arterial em níveis adequados e sobre os riscos da hipertensão decorrentes de fatores, como: sedentarismo, obesidade, ingestão de sal em excesso e hereditariedade. Entre as ações que serão ofertadas nas unidades no mês de abril: atendimento com cardiologista, nutricionista, realização de aferição de pressão arterial e glicemia, palestras abordando alimentação saudável, uso adequado dos medicamentos, além do stand do Programa “Parar de fumar sem medo” sobre os riscos do tabagismo e atividades físicas com os educadores da academia de saúde.

“A pressão alta é um mal silencioso, diagnosticado apenas por meio da aferição de pressão. Portanto, é de suma relevância esclarecer que o controle da pressão arterial é fundamental, tendo em vista o aumento de doenças cardiovasculares. Dessa forma, é necessária a mudança de hábitos, reduzindo o consumo de alimentos com sal, eliminando o tabagismo, saindo do sedentarismo, optando por um estilo de vida mais saudável com a prática de exercícios, aderindo alimentação balanceada e fazendo acompanhamento médico para as pessoas diagnosticadas com hipertensão, esclarece a Secretária de Saúde, Edna Alves”.

Vitrine da Costa


Programa Hiperdia em números

Porto Seguro registra atualmente 4.870 mil pacientes hipertensos e 1.508 diabéticos acima dos 20 anos, cadastrados e acompanhados regularmente pelas equipes de saúde, disponibilizando 25 medicamentos para hipertensão, correspondendo ao fornecimento de 650 mil comprimidos/ mês. Os pacientes hipertensos recebem consultas especializadas com clínico geral, enfermagem e participam de grupos operativos que abordam temas relacionados à saúde.

Ascom-Secretaria de Saúde

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top