Como está a sua relação com a comida?

por Karin Sedó Sarkis, nutricionista do Check-up do Fleury Medicina e Saúde

Muitas pessoas pensam que a função do nutricionista é principalmente prescrever dieta. Engana-se quem tem essa visão. Na verdade, a principal função do profissional da nutrição é melhorar a relação que as pessoas têm com a alimentação.

Vitrine da Costa


Você já se perguntou o motivo pelo qual come? Comemos quando queremos comemorar algo, comemos quando estamos tristes, comemos porque encontramos com um amigo, comemos porque estamos com fome, comemos porque simplesmente é gostoso comer! Já imaginou se cada vez que você comesse viesse um sentimento de culpa? Não seria nada agradável e, infelizmente,muitas pessoas sentem isso. Neste caso, entra o nutricionista para ajudar a entender o motivo pelo qual isto está ocorrendo e amenizar este sentimento.

Além dessa atuação, o nutricionista está presente em diversas áreas. Logo no início da vida, em bancos de leite, fazendo o controle de qualidade, estimulando o aleitamento materno e amparando as mães que apresentam dificuldade em amamentar.

O profissional está presente também em hospitais e institutos de longa permanência, ao avaliar o paciente de uma maneira global, verificando suas necessidades nutricionais e considerando-ocomo um todo. É preciso perceber o que o paciente gosta de comer, afinal ele está em uma situação desconfortável e a comida o conforta. Então porque não associar algo prazeroso ao paladar e que ainda énutritivo ao corpo?

Nas escolas, o nutricionista acompanha o crescimento dos pequenos, no controle de qualidade e também ao despertar novas sensações nas crianças cada vez que inclui algo inusitado no cardápio. Dessa forma, auxilia na formação do gosto e na descoberta dos prazeres que a alimentação traz. Afinal, você já se deu conta de que comer é uma grande descoberta? Qual foi sua última refeição? Você se lembra da mistura de sabores, da textura, do odor, da sensação que isto te causou? Pura magia!

Já nos restaurantesa presença é obrigatória para supervisionar os processos. Além disso, também são os responsáveis porcriar cardápios eproporcionar saborosas experiências que serão ofertadas para aqueles que buscam o prazer ao comer. E nas academias,avaliamcorpos de diferentes formas, cada qual com sua beleza, sua estrutura e metabolismo, ajudando a alimentá-los com prazer, respeitando a genética e o limite de cada um.Os clubes também contam com esses especialistas em diversas modalidades: ginástica artística, basquete, futebol, melhorando o rendimento por meio da comida.

E as informações que você lê em publicações diversas? As realmente confiáveis e que aliam marketing e publicidade certamente contam com a base científica dos nutricionistas para o esclarecimento da população. As dietas da moda são exemplosde quando esses profissionais não estão presentes, pois o indivíduo chega a pensar que ele é o culpado por não ter força de vontade, mas essas dietas simplesmente são falhas e por isso não funcionam.

As empresas têm papel semelhante e importante na conscientização de uma alimentação equilibrada e por isso contam com esses profissionais em seus quadros de colaboradores.O nutricionista que atua no consultório atende o mais diversificado público e inicia seu trabalho com a ‘famosa’ reeducação alimentar, sendo que o principal objetivo é melhorar a relação que cada um tem com o alimento. No check-up, atua na prevenção de doenças ao desmistificar crenças como: suco de laranja engorda, glúten e lácteos devem ser abolidos da alimentação, não pode comer carboidrato à noite, dentre outras. Nesses dois âmbitos, contribui para que a relação fique leve e prazerosa, discutindo que há diferentes formas de corpos e que esse é o seu.

O corpo é que permite que você realize todas as suas atividades, que te dá prazer, que te sustenta, que te abriga. Corpo esse que precisa ser respeitado, cuidado e amado. Dieta, quem falou em dieta?

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top