Sem perceber, os pais se atêm aos “pontos negativos” do filho e tentam corrigi-lo, ao invés de reconhecer os “pontos positivos” (qualidades). Mas neste mundo existe um princípio segundo o qual “manifesta-se aquilo que mentalizamos”. Assim, se observamos os pontos negativos, eles se ampliam. Devemos, portanto, fazer o possível para observar os “pontos positivos”, e nunca proferir palavras que enfatizem os “pontos negativos”.

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top