Ação da Cidadania comemora 10 anos do movimento em Porto Seguro e promove evento inédito com shows de Fauzi Beydoun (Tribo de Jah) e Nengo Vieira em Arraial d'Ajuda A Ação da Cidadania tem a parceria de duas agências da ONU: FAO – Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura e PMA – Programa Mundial de Alimentos

Reggae Contra a Fome - População poderá doar alimentos não-perecíveis

Completando 10 anos de movimento em Porto Seguro e região, o comitê local da Ação da Cidadania vai celebrar em Arraial d’Ajuda, dando continuidade na mobilização Verão Sem Fome – “Por Um Turismo Solidário”, o evento inédito e idealizado pelo coordenador local Eduardo Jacaré, REGGAE CONTRA A FOME - UMA ATITUDE DE ESPERANÇA, com shows de Fauzi Beydoun (Tribo de Jah) e Nengo Vieira.

O evento tem patrocínio oficial da CVC e La Torre Resort, além do apoio da igreja Bola de Neve, Rede Porto Firme, TV Santa Cruz Digital, Brastub Andaimes Especiais, Arraial FM, Arraiana FM, Rádio WEB Arraial, Revista Bacana, Supermercado Big Família, gráfica Ramagrafi, vereador Vanvan Lage e comerciantes locais.

“Vai ser uma noite de alegria e esperança, em nosso tempo de atuação conseguimos atender 8.866 famílias do município de Porto Seguro e cidades vizinhas. No dia 09 de fevereiro convocamos toda a população para levar sua doação de 2Kg de alimentos não-perecíveis para a Praça dos Hippies, no coração de Arraial d'Ajuda, para juntos celebrarmos a cidadania!”, diz Jacaré.

Reggae Contra a Fome - Dados da FAO / setembro de 2018


Pelo terceiro ano consecutivo, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) anunciou um aumento no número de pessoas que sofre de fome. No caso da América Latina e do Caribe, 39,3 milhões de pessoas vivem subalimentadas na região, um aumento de 400 mil pessoas desde 2016.

Segundo O Estado da Segurança Alimentar e Nutrição no Mundo 2018 (SOFI), em nível mundial quase 821 milhões de pessoas - cerca de uma em cada nove - foram vítimas da fome em 2017, um aumento de 17 milhões em relação ao ano anterior.

De acordo com José Graciano da Silva, diretor-geral da FAO, dados recentes divulgados pela Pnad Contínua, do IBGE, entretanto, sinalizam um aumento da extrema pobreza no país em cerca de 11% de 2016 para 2017 (de 13,3 para 14,8 milhões de pessoas). Tal incremento da pobreza extrema poderá, sim, refletir no aumento do número de pessoas que passam fome no país.


Reggae Contra a Fome - Sobre a Ação da Cidadania:


Nasceu em 1993, formando uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza.
Um movimento social que nasceu em 1993 baseado em um conceito simples: SOLIDARIEDADE, TODOS NÓS PODEMOS. Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida se transformou no movimento social mais reconhecido do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais.

Em Porto Seguro, Eduardo Rodrigues, conhecido como Jacaré, assumiu a coordenação executiva no final de 2007 e hoje, após 10 anos, amplia a atuação do comitê para o Sul da Bahia.A mobilização do Verão Sem Fome continua até março.


Reggae Contra a Fome Arraial Dajuda


REGGAE CONTRA A FOME - SERVIÇO:




0 comentários :

Postar um comentário

 
Top