Flávia Guebert vai conversar com o chef Eudes sobre consumo consciente


Qual tipo de pescado consumir sem prejudicar os estoques pesqueiros? Como fazer suas escolhas? Por que é melhor comprá-los inteiros? Que atenção deve ser dada à espécie e ao tamanho? Dúvidas como essas serão sanadas durante live no Instagram @projetocoralvivo, na próxima terça-feira, dia 25, às 19h. Enquanto prepara um prato especial com pescado, o chef Eudes Assis, irá contar sobre sua experiência para a oceanógrafa e coordenadora geral do Projeto Coral Vivo, Flávia Guebert.

Chef Eudes Assis tem origem caiçara e estudou culinária na França


Consumo consciente é tema de live do Coral Vivo com o chef Eudes


Pescador de origem caiçara, Eudes é um renomado chef de cozinha, que estudou na escola de culinária Le Cordon Bleu, na França. Atualmente, leva práticas sustentáveis para o dia a dia do seu restaurante em São Sebastião, no litoral de São Paulo.



“Convidei o chef Eudes para participar dessa conversa comigo, por todo o cuidado com o pescado que é servido no seu restaurante. Ele vai preparar durante a live um prato usando uma espécie com estoque abundante tanto no litoral paulista quanto no Sul da Bahia, que é onde eu moro. Ao mesmo tempo, vou transmitir para ele e o público algumas curiosidades de um trabalho que o Projeto Coral Vivo desenvolveu para caracterizar e monitorar a pesca na Costa do Descobrimento, tendo como produto final um guia do pescado que iremos disponibilizar em breve no nosso site. Esperamos levar durante a live informações e reflexões a todos, unindo as boas práticas do guia aos cuidados do chef Eudes” , avalia Flávia Guebert, coordenadora geral do Projeto Coral Vivo, que é patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental.

Coral Vivo fez caracterização da pesca artesanal na Costa do Descobrimento - Fotógrafo Leandro Santos


São Sebastião e Porto Seguro estão em áreas prioritárias do Plano de Ação Nacional para a Conservação dos Ambientes Coralíneos (PAN Corais). Esse documento de pactuação entre diferentes atores institucionais será realizado até 2021 com a coordenação geral do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Marinha do Sudeste e Sul (Cepsul) do ICMBio e a coordenação executiva do Instituto Coral Vivo.



Sobre o Projeto Coral Vivo


O Projeto Coral Vivo nasceu no Museu Nacional/UFRJ e é realizado por 14 universidades e instituições de pesquisa. Trabalha para a conservação e a sustentabilidade socioambiental dos recifes de coral e ambientes coralíneos. Ele é um dos seis projetos ambientais que compõem a Rede de Projetos de Conservação de Biodiversidade Marinha (Biomar), criada em 2007 pela Petrobras em parceria com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e projetos patrocinados. São eles: Projeto Albatroz, Projeto Baleia Jubarte, Projeto Coral Vivo, Projeto Golfinho Rotador, Projeto Meros do Brasil e Projeto Tamar. Mais informações: www.coralvivo.org.br.



Live sobre Consumo Consciente do Pescado


Chef Eudes Assis do Restaurante Taioba de São Sebastião (SP) e a coordenadora geral do Projeto Coral Vivo, Flávia Guebert.

Terça-feira, dia 25 de agosto, às 19h.

Instagram: @projetocoralvivo



Informações para a imprensa: Influência Comunicação

Mercia Ribeiro Anselmo – 21.98115-4109 merciaribeiroanselmo@gmail.com.

0 comentários :

Postar um comentário

 
Top